COI promete mais economia com o custo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020


Tóquio 2020 irá economizar mais dinheiro para Tóquio 2020 depois de uma redução total de 4,3 bilhões de dólares para o custo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, depois que o  presidente da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional John Coates, prometeu mais redução de custos.

A cifra representa 2,2 bilhões de dólares de economia do plano diretor do local, com um acréscimo de 2,1 bilhões de dólares do orçamento operacional para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.


Não está exatamente claro como isso foi alcançado, mas Coates e o presidente de Tóquio 2020 , Yoshiro Muto, afirmou que haveria mais cortes à medida que a capital japonesa continuasse seus preparativos para os Jogos.

Coates também rejeitou as preocupações após uma recente auditoria que disse que o montante total gasto no evento pelos governos central e local poderia chegar a 3 trilhões de ienes, isso é o equivalente a 26,5 bilhões de dólares.

Os números foram revelados em uma pesquisa do Conselho de Auditoria.

O australiano insistiu que "não eram os custos dos Jogos que deveriam ser sobrecarregados", já que eles se relacionavam principalmente a projetos não diretamente ligados às Olimpíadas e Paralimpíadas.

Coates insistiu, no entanto, que mais cortes viriam, um objetivo fundamental do COI em meio a uma recente apatia das cidades em relação à licitação dos Jogos.

"Todas as Federações Internacionais entendem agora o escopo reduzido e elas têm que desempenhar seu papel", disse Coates.

"Isso é resultado do aumento da cooperação, já que as outras partes interessadas entendem a importância de produzir jogos mais baratos."

Em relatório em sessão do COI, Muto afirmou que as medidas implementadas pelo COI ajudarão a evitar qualquer possibilidade de aumento do orçamento no período que antecede o evento.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes