COI proibe presidente interino da AIBA de participar dos Jogos Olímpicos da Juventude 2018

Em carta enviada para as 2023 federações nacionais vinculadas a AIBA (Associação internacional de boxe, em português) e divulgada no site da entidade, o diretor geral do Comitê Olímpico Internacional (COI), Christophe De Kepper, afirmou que o presidente interino da entidade, Gafur Rakhimov, não será credenciado para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018, em Buenos Aires.

"Acreditamos que é importante comunicar isso diretamente a todas as Federações Nacionais para que tenham uma compreensão clara das preocupações sérias e contínuas do Comitê Executivo do COI" escreveu Christophe De Kepper.

Gafur Rakhimov substituiu o taiwanês C.K. Wu, que foi destituído por cometer fraudes financeiras no exercício do cargo. A substituição não é bem vista pelo COI, que ameaça retirar o boxe do programa olímpico. Rakhimov, que é candidato único na eleição presidencial da AIBA, é acusado de pelo governo dos EUA de ter ligação com tráfico internacional de heroína.

Em declarações recentes, o presidente Thomas Bach exigiu que a AIBA apresente mudanças e melhorias na gestão econômica e administrativa. O Comitê prometeu que fará o máximo para garantir que os atletas não sofram com a atual conjuntura. Em nota, afirmaram que o sonho olímpico será protegido.

A entidade não quis dar detalhes sobre como manterá o boxe no programa de Tóquio 2020 após uma sanção a AIBA, mas deram indícios de que uma nova organização poderia ser criada para supervisionar a competição na capital japonesa.

Para ver a carta na íntegra, clique aqui


foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes