Candidato a presidente da AIBA excluído da eleição apresenta apelação no CAS

Serik Konakbayev, do Cazaquistão, vice-presidente da Associação Internacional de Boxe (AIBA), entrou com um apelo urgente ao Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS) contra sua exclusão como candidato à presidência, a informação é do próprio CAS.
Konakbayev, que também dirige a confederação asiática de boxe, planejava concorrer contra o presidente interino Gafur Rahimov - atualmente o único candidato - nas eleições da AIBA no próximo mês.

No entanto, o comitê eleitoral da associação não incluiu seu nome como candidato, dizendo na época que Konakbayev não recebeu as 20 cartas de apoio exigidas pela federação.

“O Tribunal Arbitral do Desporto (CAS) registou um recurso urgente interposto pelo Sr. Serik Konakbayev ... contra a decisão tomada pelo Comité Eleitoral da AIBA, datada de 1 de outubro de 2018, na qual o nome de Serik Konakbayev não estava incluído na lista de candidatos para a eleição para o papel de presidente da AIBA, que está programada para ocorrer em 2-3 de novembro de 2018, ” informou o comunicado do CAS.
A AIBA está em crise há vários anos e seu ex-presidente Wu Ching-kuo foi suspenso em 2017, antes de renunciar a questões de governança e finanças.

Ele foi brevemente substituído por Franco Falcinelli antes que o empresário uzbeque Rahimov se tornasse presidente interino em janeiro.

Rahimov, no entanto, está na lista de sanções do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos "por fornecer apoio material" a uma organização criminosa, de acordo com o órgão dos EUA. 

Rahimov nega veementemente a acusação, mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) disse à AIBA para arrumar o que disse ser uma situação "grave" em relação à sua governança e "o estabelecimento da lista eleitoral".

O COI alertou a AIBA na semana passada que o fracasso pode fazer com que o esporte perca seu lugar nas Olimpíadas de Tóquio em 2020.

Foto:Reuters

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes