Canadá ganha ouro em casa no Mundial de Curling para Equipes Mistas

Pelo placar de 6 a 2, o Canadá jogando em casa venceu a Espanha na final do Campeonato Mundial de Equipes Mistas de Curling, disputada na cidade de Kewlona no dia 20. É o primeiro título mundial dos canadenses, que em 2017 ficaram no segundo lugar, perdendo a final para a Escócia. Em terceiro ficou a Rússia, que após um jogo dramático venceu a Noruega por 8-7.

A equipe que representou o país, formada por Mike Anderson, Danielle Inglis, Sean Harrisson e Lauren Harrisson e tendo como técnico Jim Waite viu premiada a estabilidade de seus integrantes: joga junta há 8 anos. O capitão Mike Anderson, comemorou a união do time e o apoio da torcida: "É maluco, eu comecei a jogar com Sean quando eu tinha 14 ou 15 anos e é realmente muito legal ganhar com ele. E fazer isso no Canadá: a torcida está aqui, ouvir os cantos, gritos e batidas de pés faz o jogo muito mais divertido".

A festa não ficou apenas por conta dos donos da casa: também foi a primeira vez que um time espanhol chegou às finais da competição. Composta pelos bascos Sergio Vez, Leire Otaegi, Mikel Unanue e Oihane Otaegi, a equipe teve apenas uma derrota na fase de grupos para Taipei, ficou em primeiro no Grupo C e venceu Alemanha nas quartas de final e Rússia nas semifinais.

O capitão espanhol, Sergio Vez, descreveu o resultado como uma surpresa para um time que enfrenta dificuldades de recursos há muito tempo: "É uma pena não ter podido ganhar o ouro na final, mas não tínhamos em mente essa medalha. Nosso objetivo era estar nas 12 primeiras colocações, nas quartas de final, e uma vez chegando aí seria sonhar sem pressões". Vez explicou que não há pistas dedicadas para o curling na Espanha, e treinar em espaços usados por outros esportes compromete a qualidade do resultado final: "Falta um gelo delicado, sem cortes de lâmina ou saliências causadas pelos que saltam com patins. Se queremos mais resultados precisamos melhorar nisso. Não podem esperar uma medalha olímpica no curling para daí criarem uma pista, tem que ser ao contrário".

A disputa pelo terceiro lugar, entre Rússia e Noruega foi um jogo bastante disputado: a equipe norueguesa abriu uma vantagem de 7 a 4 no sexto end com uma pedra russa em trajetória interrompida por ressalto no gelo. No end seguinte a Rússia reagiu, empatando o jogo e a seguir, num end de muita tensão finalmente conquistou a vitória por 8-7. O capitão da equipe russa, Alexander Eremin disse que a desvantagem no placar e a falha inesperada serviram como combustível para o moral do grupo: "Após o problema no sexto end, nosso time realmente ficou enfurecido e queria fazer valer cada jogada e jogar o melhor que pudesse".

O Brasil participou da competição com a equipe capitaneada por Anne Shibuya e integrada por Cláudio Alvez, Luciana Reis Barrella e Erick Santos, mas não obteve vitórias pelo Grupo B e não avançou de fase.


Foto: WCF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes