Campeão Mundial, patinador Nathan Chen é alvo de ataques racistas na Internet

Uma polêmica envolvendo a jornalista e fotógrafa russa Valery Kukaleva e o patinador norte-americano Nathan Chen, vencedor do Mundial de 2018 e do Skate America, etapa do Grand Prix disputada neste final de semana, agitou as redes sociais nesta terça-feira. Em uma troca de mensagens com seguidores de redes sociais, Kukaleva teria feitos diversos ataques racistas ao campeão mundial.

Diversas capturas de tela mostram Kukaleva, uma veterana da imprensa russa de coberturas de esportes de inverno, em conversações no Twitter, compartilhando mensagens com insultos e racismo declarado contra negros e asiáticos. Uma das mensagens, compartilhada durante o programa livre do Skate America dizia "Deve ser um recorde mundial...Odeio homens de olhos puxados" e em outra a jornalista escreveu "Sempre odiei negros, mas agora sinto que meu racismo está mudando para esse lado". Nathan Chen, nascido em Salt Lake City é o filho mais novo de profissionais da área médica chineses que emigraram para os EUA em 1988.

As mensagens causaram surpresa e indignação nas redes sociais, inclusive de patinadores. A campeã mundial russa Elizaveta Tuktamysheva que compartilhou as capturas de tela, classificou os ataques como dignos de punição e danosos para a reputação do país, dizendo: "Não entendo: estamos no século 21 ou 16?" e em outra mensagem, escreveu "Como neste mundo alguém pode julgar pessoas por seu sexo, orientação ou cor? É da natureza—não se pode mudar isso". Adam Rippon, norte-americano  medalhista de bronze por equipes nas Olimpíadas de PyeongChang acompanhou a campeã mundial nas críticas: "Obrigado por chamar a atenção para isso. É horrível e desnecessário. Em 2018 esse tipo de conversa é inaceitável". Até o final desta tarde, as capturas de tela mostradas no Twitter de Tuktamysheva já contavam com mais de 200 compartilhamentos.

A jornalista trancou o acesso às próprias redes sociais e ainda não emitiu um parecer sobre suas supostas declarações.


ATUALIZAÇÃO EM 24/08/2018: Kukaleva retornou ao Twitter em uma sequência de mensagens onde pedia "desculpas a todos os mencionados" e isentava seu veículo de comunicação de qualquer responsabilidade no caso. Nas novas mensagens ela se declarou "uma pacifista" e uma pessoa "suficientemente tolerante" e declarou também ter escrito as declarações polêmicas de antes "sob o efeito de emoções", enquanto assistia a prova masculina do Skate America.



Foto: ISU

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes