Atletas do Brasil intensificam treinamentos para a estreia nos Jogos Olímpicos da Juventude

Enquanto aguardam a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Buenos Aires, marcada para o próximo sábado, dia 6, os atletas brasileiros treinam pesado para a estreia de suas modalidades na competição. A quinta-feira, dia 4, segundo dia completo dos atletas na capital argentina, foi marcada por muito suor e dedicação. Logo no primeiro dia de disputas, o domingo, o Brasil inicia a corrida por medalhas em 11 modalidades. 

O judô é uma das modalidades que inaugura os Jogos e o Brasil entra no tatame com João Vitor Souza na categoria meio-leve (até 66kg). Apesar de lutar em uma categoria acima da sua, o jovem de 17 anos, nascido em Santos, está confiante em um bom resultado. “O primeiro dia de treinos foi muito bom, a gente aproveitou bastante e espero fazer uma boa competição. Treinei bastante para chegar até aqui e vou dar o meu máximo. A medalha é uma consequência, mas quero fazer boas lutas e sair campeão daqui”, afirmou o judoca, que tem como referência o japonês Hifumi Abe, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim 2014. 

Focado com a proximidade da estreia, João Vitor também aproveita os momentos de relaxamento para curtir tudo que a Vila Olímpica proporciona. “Quando eu cheguei aqui fiquei impressionado com tanta gente, mas também é bem legal, com muitas atividades. Estou mantendo o foco e trabalhando duro com meu treinador”, comentou o jovem, que começou no judô aos cinco anos de idade.

Uma das modalidades mais radicais do programa, o ciclismo BMX Racing é outra a fazer estreia no domingo. “Até ontem eu achava que não era real eu estar aqui vivendo isso tudo, mas agora a ficha caiu. Hoje fomos conhecer a pista da competição e estou ansioso para andar nela. Me sinto muito bem preparado e a minha expectativa é voltar para o Brasil com uma medalha”, projetou Vitor Marotta, atual campeão pan-americano da categoria e que começou na modalidade com apenas quatro anos andando na pista em frente de sua casa.

A outra ciclista da equipe de BMX exibe a mesma confiança do companheiro. “Estou muito preparada, treinei muito para estar aqui. Não vejo a hora de poder andar na pista, curtir o rolê e poder sair daqui com uma medalha. É incrível estar aqui e conhecer outras culturas, mas estamos focados em competir e só depois podemos curtir a Vila”, ressaltou a paulista Maitê Naves, que aos 12 anos foi campeã mundial.


A equipe mais numerosa do Time Brasil em Buenos Aires é o atletismo, com 21 atletas. Apesar de só estrear no dia 13, a velocista piauiense Letícia Lima também está ansiosa para o início dos Jogos. “Hoje o treino foi leve, porque o corpo tem que se recuperar da viagem, mas estou ansiosa para correr bem forte. Tenho que manter a cabeça no lugar para me segurar agora e na próxima semana pegar mais pesado para na competição dar o meu melhor. Bem treinada eu sei que estou e agora é a hora de mostrar que todo o sofrimento que passei valeu a pena. Eu quero uma medalha olímpica, mas vou ficar feliz se eu me superar e conseguir melhorar minha marca”, disse a representante do Brasil nos 200m rasos, inspirada por seu filme favorito, “O Invencível”.

O Time Brasil será representado por 79 atletas em 24 modalidades nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018. A Cerimônia de Abertura do evento acontece neste sábado, dia 6. A competição acontece até 18 de outubro e reunirá os melhores atletas do mundo da nova geração. 


Esta será a terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude. Em Cingapura 2010, o Brasil conquistou sete medalhas e em Nanquim 2014 foram 15.

Foto: COB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes