Viktor Ahn se aposenta como o maior medalhista olímpico da patinação de velocidade em pista curta

Atleta da patinação em pista curta com mais medalhas em jogos olímpicos, o sul-coreano naturalizado russo Viktor Ahn se aposentou do esporte, a informação é da mídia russa.

Em Turin 2006, ainda competindo pela Coreia do Sul, Ahn faturou 4 medalhas nos Jogos sendo três de ouro e foi um dos grandes rivais de Apolo Ohno durante a carreira.
Ele não disputou  as Olimpíadas de 2010 por conta de sucessivas lesões que o levaram a passar por quatro cirurgias em um espaço muito curto de tempo. Ahn se tornou cidadão russo em 2011.
O Comitê Olímpico Internacional (COI) não convidou Ahn para competir nas Olimpíadas de Pyeongchang, a única maneira pela qual ele poderia competir em seu país natal devido às sanções impostas à Rússia por seu fraco histórico antidoping.

"Não estar incluído na lista de convidados não significa necessariamente que um atleta tenha sido dopado - não deve automaticamente lançar dúvidas sobre sua integridade", disse Valerie Fourneyron, que presidiu o painel do COI para determinar os convites russos, depois que a lista foi divulgada. “O COI gostaria de deixar claro que ainda pode haver mais investigações e mais procedimentos antidoping contra alguns atletas que não foram incluídos no grupo de atletas considerado para convite.”

Essa exclusão levou Ahn, que nunca havia sido envolvido publicamente em casos de doping, a escrever uma carta aberta ao presidente do COI, Thomas Bach.

"É escandaloso que não haja nenhuma razão concreta que explique minha exclusão das Olimpíadas e, além disso, as pessoas agora me vêem como uma atleta que usou doping", escreveu Ahn.

O presidente da federação Russa de Patinação de Velocidade, Aleksey Kravtsov, disse que perder PyeongChang não influenciou a aposentadoria de Ahn, segundo a agência de notícias russa TASS.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes