UEFA mostra preocupação com direitos humanos na Turquia em avaliação da candidatura para Euro 2024

A UEFA divulgou as avaliações feitas para as candidaturas de Alemanha e Turquia para a Eurocopa de 2024 e admitiu preocupação com violações de direitos humanos no país turco. No geral, a UEFA descreveu o plano da Federação Turca de Futebol (TFF) como "motivacional, atraente e de alta qualidade", embora tenham sido levantadas preocupações quanto ao nível de instalações de formação, garantias de direitos humanos e infraestruturas, particularmente no que diz respeito aos transportes.

Das 10 cidades-sede propostas, observou-se que os aeroportos em Konya, Bursa, Eskisehir e Kocaeli, "atualmente estão aquém dos requisitos em termos de capacidade aeroportuária e / ou acessibilidade aos transportes públicos". Também foi destacado o fato de que três das cidades Konya, Trabzon e Eskisehir não estão atualmente conectadas a uma rede de autoestradas.

O fato de Trabzon e Antalya não estarem na rede ferroviária também é destacado. Projetos significativos para melhorar as ligações de transporte no país estão planeados, mas a UEFA notou que a escala do trabalho necessário "constitui um risco".

"As operações gerais de mobilidade da cidade-sede bem-sucedidas serão altamente dependentes da conclusão dos projetos de infraestrutura de mobilidade", alertou a Uefa no relatório.

A UEFA também afirmou que a TFF não apresentou "nenhum projeto específico relacionado ao torneio do EURO para garantir a proteção dos direitos humanos" E eles admitem que a falta de tal plano é uma "preocupação".

A "dispersão e variedade geográfica" das bases de treinamento de equipes propostas também não atendeu às expectativas.

O órgão regulador do futebol europeu afirma no relatório que a principal motivação da TFF para a candidatura está "alinhada" aos objetivos de longo prazo da UEFA, que os aspectos ambientais sustentáveis ​​superam as expectativas e que as diárias oferecidas nas noites de jogos são "muito atraentes". .

Avaliando a proposta da Federação Alemã de Futebol (DFB) em contraste, a UEFA afirma que "não estão previstas melhorias importantes na infra-estrutura de transportes para melhorar as ligações aos transportes públicos". Resumindo a proposta, eles dizem que "todas as estruturas políticas e futebolísticas" estão em vigor e que o país tem uma "longa e estável história" de eventos bem-sucedidos.

A principal motivação por detrás da oferta, para "crescer, partilhar e celebrar" o futebol europeu é descrita como sendo de "muito alta qualidade".A UEFA conclui em seu relatório que a proposta da Alemanha "satisfaz confortavelmente as expectativas gerais" em relação a aspectos políticos, responsabilidade social, sustentabilidade e direitos humanos.

No entanto, apesar de fornecerem feedback negativo, eles alertam que o aeroporto de Leipzig precisaria se expandir para atender à demanda esperada e sete dos dez estádios propostos como anfitriões têm tempos de evacuação que excedem o limite recomendado de oito minutos.

O anfitrião do torneio em 2024 deve ser oficialmente escolhido na próxima quinta-feira (27 de setembro), quando o Comitê Executivo da Uefa se reúne em sua sede em Nyon, na Suíça.


foto: UEFA/Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes