Paulo André fica a 0.02s dos 10s no 100m em etapa do Troféu Brasil de Atletismo


O velocista paulista Paulo André Camilo de Oliveira foi o grande destaque da segunda etapa do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, disputada na tarde da sexta-feira (dia 14), em Bragança Paulista (SP). Ele venceu os 100 m com 10.02 (vento contra de 0.6 m/s), garoa e temperatura de 17 graus.

Aos 20 anos, completados em agosto, o atleta radicado em Vila Velha, no Espírito Santo, que conquistou o bicampeonato do torneio, havia quebrado o recorde do Troféu Brasil na fase semifinal, ao correr a distância em 10.03 (0.4), melhorando depois a marca na final.

O recorde anterior pertencia desde 1990 - 8 anos antes de o campeão nascer - a Fernando Botasso, e desde 1991 a Robson Caetano da Silva, com 10.08.

Feliz por ter melhorado o recorde pessoal, que era 10.06 (0.2) desde junho, Paulo André tem o objetivo de correr a prova abaixo dos 10 segundos. "Estou concentrado e quero fazer sempre o melhor. Fiquei muito feliz com os 10.03 da semifinal, mas não relaxei e corri os 10.02 na final", lembrou. 

No final deste mês de setembro, Paulo André vai disputar os 100 m do Campeonato Sul-Americano Sub-23, na cidade de Cuenca, no Equador. A cidade fica a 2.600 metros de altitude em relação ao nível do mar, o que teoricamente facilita as provas de velocidade e de saltos horizontais.

"Vou correr lá normalmente e, se sair abaixo dos 10.00, comemorarei bastante. O objetivo, porém, é alcançar a marca no nível do mar", disse o atleta, filho do ex-velocista Carlos Camilo de Oliveira, seu treinador.

Foto: CBAt


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes