Mau tempo cancela regatas e Martine Grael/Kahena Kunze vencem o evento-teste da Vela para Tóquio 2020

O Brasil já tem um ouro garantido antes mesmo do fim do primeiro evento-teste da vela para Tóquio 2020. Dominantes durante toda a semana, Martine Grael e Kahena Kunze entram na regata da medalha da madrugada deste sábado para domingo, às 3h15 (de Brasília), com a primeira posição garantida na classe 49er FX, com 11 pontos perdidos. A disputa na raia de Enoshima, no Japão, é a mais importante competição de 2018 no caminho rumo aos Jogos Olímpicos. Nesta sexta-feira, o mau tempo cancelou as regatas, o que confirmou que as brasileiras não podem mais ser alcançadas pelas rivais.

“A gente nunca venceu um campeonato por antecipação, é o primeiro. Para a gente é bem importante saber que consegue velejar bem na raia olímpica. Fizemos uma preparação boa para cá”, afirmou Martine Grael.

“Estou muito feliz. A gente teve uma semana muito produtiva, velejou com a cabeça. Apesar do tempo que ficamos sem velejar juntas, estamos muito sincronizadas e conseguimos fazer um belo campeonato”, disse Kahena.

As campeãs olímpicas foram líderes de ponta a ponta no campeonato. Venceram quatro das sete regatas disputadas e terminaram a fase de classificação bem à frente das adversárias mais próximas, as britânicas Charlotte Dobson e Saskia Tidey (37 pontos perdidos). Assim, Martine e Kahena entram na regata da medalha já com o título nas mãos.

O Brasil também está firme na disputa da classe Finn, com Jorge Zarif. O velejador brasileiro aparece em terceiro lugar na classificação, com 23 pontos perdidos. A regata decisiva da Finn está marcada para domingo. Na RS:X feminina, Patrícia Freitas encerrou nesta sexta-feira sua participação em 12º lugar (71 p.p.).

Foto: Sailing Energy


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes