Marta leva prêmio de melhor do mundo pela sexta vez na carreira; Modric vence no masculino

A Jogadora Marta fez história na premiação fifa the best que aconteceu nesta segunda (24). Ela foi eleita a melhor jogadora do mundo em 2018, sendo a sexta vez na carreira que levou esse premio- Ela venceu em 2006/07/08/09/10 -, se tornando a maior vencedora do premio entre homens e mulheres. 

Eu realmente estou sem palavras, pois é um momento fantástico. As pessoas falam: você já foi tantas vezes e se emociona sempre. Sim, faço isso porque representa muito para mim. afirmou Marta, emocionada.

Marta assegurou 14.73% dos votos, Dszenifer Maroszán ficou com 12,86 e Ada Hegerberg somou 12,60%. Marta foi vice-artilheira da NWSL com 13 gols, líder em assistências com 9 e peça decisiva para levar o Pride aos play-offs, onde avançou até as semifinais. Ela ainda foi a jogadora do mês de junho a setembro e também figurou na seleção da Concacaf de setembro. Em abril de 2018, conquistou a Copa América com a seleção brasileira, assegurando a classificação à Copa do Mundo da França e também aos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

No masculino, Luka Modric quebrou a hegemonia de 10 anos de Cristiano Ronaldo e Messi e venceu o premio de melhor do mundo em 2018. Modric teve 29,05% dos votos, Cristiano Ronaldo ficou em segundo com 19,08% e Salah em terceiro com 11,23%

O ultimo jogador que tinha superado Cristiano Ronaldo e Messi na eleição de melhor do mundo da Fifa foi Kaká em 2007.  "Obrigado aos meus fãs do mundo inteiro pelo apoio. Fico feliz pelo apoio que me deram desde sempre. Gostaria de agradecer aqueles que votaram por mim. Gostaria de mencionar o meu ídolo do futebol, capitão da Croácia na Copa de 1998, em nossa primeira participação, quando ganhamos o terceiro lugar. Aquele time mostrou que poderíamos conquistar coisas grandes e, por sorte... Tivemos a sorte de ser a mesma coisa para as próxima gerações. E mostramos que o sonho pode ser realidade", disse Modric.

Os outros prêmios foram: Courtois foi eleito o melhor goleiro; Didier Deschamps o melhor técnico no masculino e Reynald Pedros no feminino- Vadão que estava entre os finalistas ficou em sétimo; Mohammed Salah ganhou o prêmio puskas de gol mais bonito; E a seleção dos melhores do ano teve dois brasileiros, os laterais Daniel Alves e Marcelo.


Foto: AP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes