Copa Pan-Americana de Vôlei masculino 2018 - Dia 5

O Brasil está na final da Copa Pan-Americana de vôlei. Classificada por antecipação para a semifinal, a seleção brasileira de novos enfrentou dificuldades na noite deste sábado (01.09), mas virou o jogo contra Porto Rico, venceu por 3 sets a 1 (25/27, 25/14, 25/20 e 33/31) e está na grande decisão do campeonato que está sendo disputado em Veracruz, no México. 

A final será neste domingo (02.09), às 20h, contra a Argentina, que bateu Cuba por 3 a 1 na outra semifinal.

O time dirigido pelo técnico Giovane Gávio passou pela fase classificatória com três vitórias em três jogos consecutivos – sobre República Dominicana, Colômbia e Canadá, todos por 3 sets a 0. Nesta noite, a seleção brasileira perdeu o primeiro set na competição, mas soube ter calma para mudar o placar e garantir a vaga na disputa pelo título.

A Copa Pan-Americana substituiu a Copa América em 2010 e o Brasil tem três títulos na história: 2011, 2013 e 2015. Para buscar o quarto, o técnico Giovane sabe que seu time não enfrentará facilidade contra os argentinos. 

“Pelo jogo de hoje, gostaria de parabenizar a equipe de Porto Rico, que lutou ponto a ponto até o fim e jogaram muito bem. E, também, claro, a nossa equipe, que suportou essa pressão e conseguiu vencer. Agora teremos um adversário duríssimo, que é a Argentina, que está jogando muito bem, mas nós queremos ganhar e espero uma partida belíssima amanhã”, disse Giovane.

O treinador brasileiro ainda destacou a importância de fazer os jovens atletas que defendem a seleção brasileira ganharem experiências em jogos como este.

“O time não jogou tão bem assim, mas ganhar sempre é bom. Alguns pontos positivos aconteceram, principalmente o de reverter a situação. Não começamos tão bem no primeiro set, mas soubemos reverteu depois e isso foi muito bom. A proposta de fazer esses garotos jogarem e passarem por situações de pressão como essa é importante para o futuro deles. Vamos em busca da vitória amanhã”, complementou Giovane Gávio.

O oposto Alan foi o maior pontuador da partida, e da semifinal da Copa Pan-Americana, com 26 acertos – sendo 22 de ataque, três de bloqueio e 1 de saque. “O jogo foi muito importante, pegado, no finalzinho, no último set eles sacaram muito bem e nós conseguimos ter a tranquilidade de fazer o nosso melhor e conseguir a vitória”, comemorou Alan. 

O central Flávio também teve atuação destacada, sendo o segundo maior pontuador da seleção brasileira, com 16 pontos (9 de ataque e 7 de bloqueio). O ponteiro Léo marcou 12 vezes, sendo 10 de ataque e dois de bloqueio.

Foto: Andres Olvera


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes