CBSurf cancela participação brasileira no Mundial de Surfe horas antes da delegação embarcar

Os seis atletas representariam o Brasil no campeonato mundial de surfe da ISA(Associação internacional de surfe, em português) que dá quatro vagas (duas em cada naipe) para o Pan-Americano de Lima, em 2019 - Pan que dará uma vaga no feminino e outra no masculino para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foram avisados antes do embarque para Tahara(JPN) que a participação brasileira foi cancelada pela CBSurf. Larisssa Pereira, Francisca Gilvanita, Anne dos Santos, Marcos Corrêa Amaro, Geovane Caiçara e Ian Gouveia, que formariam a delegação brasileira, estão inconformados com a situação.

"Realmente frustrado com essa situação de estar prestes a representar o Brasil no Mundial da Isa, em pleno ciclo olímpico, e não rolar. Realmente é uma tristeza para o Brasil e para o surfe a maior potência mundial do surfe não estar indo para o campeonato. Eu já tinha me preparado, estava pronto para ir, tinha visto, tinha tudo" Disse Ian Gouveia, atleta da elite do Circuito Mundial de Surfe, acrescentando:

"Acredito que os responsáveis tomarão as providências corretas para os próximos anos, porque isso realmente não pode se repetir. Nem algo perto disso porque são sonhos de atletas. E de um dia para o outro esse sonho simplesmente não é mais possível"

Segundo Adalvo Argolo, presidente da CBSurf, o cancelamento da ida para o Japão aconteceu como forma de previnir problemas futuros com o planejamento olímpico junto ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que é quem repassa verba para a Confederação e bancaria as despesas do campeonato. A CBSurf não conseguiu viabilizar a tempo os documentos necessários para prestar contas ao COB dos gastos com a viagem ao Mundial.

"Eu por prudência preferi não comprometer todo o nosso planejamento até a Olimpíada por conta de estar fazendo uma coisa de emergência, onde o próprio COB sendo parceiro da gente falou que dessa forma a gente não conseguiria prestar contas e não prestando contas nós teríamos que devolver o recurso com verba privada" 

Adalvo Argolo disse ainda que foi uma decisão dura de se tomar." Como a gente não tem verba privada, patrocinador independente, a gente não teria como arcar com esse recurso, em torno de R$ 250 mil para devolver ao governo. Achamos prudente não correr esse risco porque a gente tem aí uma história inteira até a Olimpíada, para caminhar e fazer novos projetos e novas viagens. Uma decisão que temos a convicção de que tomamos a melhor decisão possível" disse Adalvo, presidente da Confederação Brasileira de Surf.

O COB divulgou uma nota oficial nesta quinta-feira comentando o assunto. Segundo a entidade, o Comitê chegou a se disponibilizar a executar o projeto. Confira abaixo a nota na íntegra.

"Durante o período em que a CBSurf estava impossibilitada de receber recursos, o COB informou que poderia executar o projeto, como atualmente atua com algumas Confederações, com o objetivo de não causar prejuízos aos atletas. A CBSurf optou por aguardar o momento que pudesse receber o recurso e executar o projeto"  diz a nota.

Segundo Gilvanita, os atletas tinham a viagem confirmada até as 14h20 da última quarta-feira. Mas, sete horas mais tarde, quando as bagagens já estavam todas prontas, eles foram informados pelo celular sobre o cancelamento.

"O sentimento de revolta e indignação ainda é grande, eu não sei o que fazer, todos os meus planos mudaram para estes dias. Continuo pensando na chance que eu poderia ter naquele lugar, a chance que a nossa equipe tão preparada perdeu por incompetência de quem deveria nos auxiliar"  disse a atleta.

Sobre a caminhada olímpica, a CBSurf afirma que o cancelamento da ida ao Mundial não compromete o cronograma do Time Brasil.

"Não compromete em nada o cronograma olímpico de forma alguma. As vagas para a Olimpíada só serão definidas a partir de 2019. Provavelmente o Brasil classifique os atletas pelo Circuito Mundial de Surfe (WCT), que é a prioridade. Então os dois melhores brasileiros no WCT e as duas mulheres também pelo WCT. Então certamente o Brasil classifica os quatro atletas pelo WCT"  disse Adalvo.


foto: Gabriel mendes/CBSurf
Com informações de globoesporte.com

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes