Seleção feminina faz último amistoso na reabertura do Maracanãzinho

Por Juvenal Dias

Um templo do vôlei mundial, o Maracanãzinho estava fechado desde os Jogos Olímpicos do Rio. Estava, porque hoje será reaberto em grande estilo. A seleção feminina de vôlei disputará o quarto e último das sessões de amistosos contra os Estados Unidos no ginásio consagrado, neste sábado (18) a partir das 19h30.

O local foi alvo de impasse entre a concessionária que administra o complexo e o Comitê Organizador Rio 2016. As autoridades de segurança já tinham liberado o ginásio para eventos há alguns meses, mas somente agora que, efetivamente, o público poderá contemplar alguma modalidade esportiva dentro de suas dependências.

Apesar da última lembrança da equipe brasileira não ser boa no Maracanãzinho e de vir de três derrotas para as adversárias nesta semana, as meninas querem encerrar esta parte da preparação para o mundial com uma boa impressão. Para isso, elas e o técnico José Roberto Guimarães contam com o apoio da torcida, que deve lotar as arquibancadas.

“Pensei nisso vindo para aqui e lembrei das situações que vivemos no Maracanãzinho em 2016 e na possibilidade de jogar em casa. É sempre estar de volta a esse ginásio e ao Rio de Janeiro. Aqui é o templo do vôlei brasileiro. O objetivo é sempre manter o Brasil entre os melhores do mundo. Esses amistosos estão sendo muito importantes para nossa preparação visando o Mundial”, explicou José Roberto Guimarães.

Durante o jogo, haverá uma homenagem à conquista do primeiro ouro olímpico do time, alcançado em Pequim e que completa dez anos no próximo dia 23. As integrantes daquela seleção estarão presentes e abrilhantarão ainda mais o espetáculo.


Antes disso, confira o vídeo com o recado de Fê Garay, Dani Lins e o treinador deixaram para os leitores do Surto Olímpico:

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes