Seleção brasileira de Natação faz aclimatação antes das disputas do Pan-Pacifico

A seleção brasileira de Natação chega ao seu principal desafio da temporada. O Campeonato Pan-Pacífico, que será realizado em Tóquio, no Japão, a partir da próxima quinta-feira (9), terá a participação dos 16 brasileiros selecionados no Troféu Brasil – Maria Lenk medindo forças com as principais potências do mundo na modalidade.

A seleção chegou ao Japão no início desta semana para aclimatação. Na cidade de Sagamihara – a 70 km de Tóquio –, a seleção brasileira encontrou uma grande estrutura para a realização de treinamentos, além de hotel, tradutor e tudo para facilitar a adaptação dos brasileiros. O local, inclusive, está previsto para ser utilizado como sede de treinamento para os Jogos Olímpicos de 2020.

“Nossas condições de trabalho são excelentes. A estrutura é muito boa. Acredito que, pelo que temos visto nestes primeiros dias, o pessoal está nadando rápido. Agora é finalizar o processo de adaptação ao fuso, o que já era previsto, mas até o Pan-Pacífico já estará normatizado”, disse Alberto Silva, um dos técnicos da seleção brasileira para o Pan-Pacífico.

Em 2018, o Brasil irá com uma seleção que mescla juventude com experiência. Nomes como Pedro Spajari, Guilherme Costa, Vinicius Lanza e Marco Antonio Júnior se firmaram na seleção brasileira dividindo espaço com João Gomes Júnior, Marcelo Chierighini, Luiz Altamir e Leonardo de Deus, que já fazem parte da Seleção há alguns anos.

“Estamos muito bem assistidos pelo pessoal tanto da CBDA, quanto do Time Brasil. A piscina é muito boa para o nosso treino. Temos toda a estrutura para o pessoal da biomecânica. Além disso, estamos vendo uma seleção brasileira muito unida. Um torcendo pelo outro. estamos muito entrosados e um incentivando o outro. Nós, que somos mais experientes, vemos a garotada chegando e isso nos dá mais força. Conseguimos passar algumas coisas para eles e aprender com eles também”, falou o atleta Leonardo de Deus.

De acordo com o diretor-geral de esportes da CBDA e chefe de equipe da seleção brasileira em Tóquio, Renato Cordani, o período de aclimatação é bem aproveitado para a estruturação da Seleção para a disputa do Pan-Pacífico.

“Estamos construindo valores na seleção: integridade, darem valor à oportunidade que estão tendo e a formação de um time, onde cada um contribui para o sucesso da Seleção. É muito difícil alcançar bons resultados sem esses valores. Estou sentindo que o time está muito coeso e focado na busca desses valores e de bons resultados”, falou.

A competição começa na próxima quinta-feira (9) e terá a participação das seguintes seleções: Argentina, Austrália, Bahamas, Canadá, China, Ilhas Cook, Colômbia, Equador, Guam, Ilhas Marianas, Nova Zelândia, Oman, Palau, Peru, Filipinas, Tailândia e Estados Unidos.

Foto; CBDA


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes