Segundo dia de Parapan-Pacífico de natação tem dois recordes brasileiros e sete medalhas

O segundo dia de finais do Parapan-Pacífico de natação rendeu à delegação brasileira dois novos recordes brasileiros e sete medalhas, sendo duas de ouro, três de prata e duas de bronze. O Brasil contou com representantes em dez finais nesta sexta-feira, 10. A competição acontece em Cairns, na Austrália, e segue até a segunda-feira, 13, e é o principal evento da modalidade nesta temporada. O Brasil convocou 15 atletas para a disputa. 

O primeiro recorde brasileiro veio com o carioca Caio Oliveira (da classe S8) nos 100m livre com a marca de 1min01s34, que também lhe garantiu a medalha de bronze. Ele já havia batido este recorde em junho, na primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa, em São Paulo. Completaram o pódio o australiano Ben Pophan (59s33) em primeiro e o americano Robert Griswold (59s82) em segundo. Nesta mesma prova, Gabriel Cristiano terminou em quinto lugar com o tempo de 1min01s83.

Já a capixaba Patrícia Santos quebrou o recorde brasileiro nos 50m peito (SB3). Ao finalizar a prova em 1min02s62, ela garantiu vaga na final e a nova marca nacional. Na disputa por medalhas, Patrícia ficou com a prata (1min02s80). Na etapa da Itália da World Series, em maio, ela havia estabelecido 1min02s98 como melhor marca nacional. A americana Leanne Smith conquistou o ouro (57s62). O bronze ficou com a australiana Rachel Watson (1min13s32).

Nos 100m livre, Daniel Dias (S5) terminou em primeiro em sua classe com o tempo de 1min09s32. Esta foi a terceira medalha de ouro do nadador nesta competição - ouro nos 200m livre e no revezamento misto 4x50m livre 20 pontos. Na versão feminina desta prova, a potiguar Joana Neves também ficou com a medalha de ouro ao finalizar a distância em 1min26s12.

“Muitos atletas estão fazendo as melhores marcas da temporada aqui e isso é bom porque priorizamos esta competição, esse ano, e mostra que os atletas estão conseguindo atingir seu melhor na principal competição”, disse Leonardo Tomasello, técnico-chefe da natação.

Também segundo Tomasello, as provas mais disputadas nesta sexta-feira foram os 100m masculino das classes S8 e S10. Phelipe Rodrigues (S10) ficou com a medalha de prata (53s03). O mais rápido foi o australiano Rowan Crothers com 51s16, que terminou a temporada passada como o primeiro do ranking mundial. Outros dois brasileiros disputaram esta prova, Ruan Souza terminou em quinto lugar (56s97) e Gabriel Tomelim em sexto (57s78).

As eliminatórias e as finais das provas foram disputadas com atletas de múltiplas classes. A organização do evento, contudo, premia os atletas de acordo com a classe. As eliminatórias acontecem às 21h e as finais às 4h (horário de Brasília).

Confira os resultados dos brasileiros nesta sexta-feira, 10:

100m livre
Edenia Garcia (S3) - 2'01"58 - 2° Lugar na classe
Maiara Barreto (S3) - 2'06"10 - 3° Lugar na classe
Joana Silva (S5) - 1'26"12 - 1° Lugar na classe 
Phelipe Rodrigues (S10) - 53"03 - 2° Lugar na classe
Ruan Souza (S10) - 56"97 - 5° Lugar na classe
Gabriel Tomelin (S10) - 57"78 - 6° Lugar na classe
Caio Oliveira (S8) - 1'01"34 (RB) - 3° Lugar na classe
Gabriel Souza (S8) - 1'01"83 - 5° Lugar na classe 
Daniel Dias (S5) - 1'09"32 - 1° Lugar na classe

50m peito
Patrícia Santos (SB3) - 1'02"80 - 2° Lugar na classe (nas eliminatórias: 1'02"62 - RB)

Confira a programação das eliminatórias do terceiro dia de disputas - provas nesta sexta-feira, 10, às 21h (horário de Brasília):

11 de agosto – 3º dia
50m costas S2-S5
Edênia Garcia
Maiara Barreto

50m costas S1-S5
Daniel Dias

200m medley S6-S14
Ruan Souza
Talisson Glock
Roberto Alcalde

foto: CPB/Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes