Pan-Americano Junior de Luta 2018 - Dia 1

A Luta brasileira começou a campanha no Pan-Americano Júnior 2018, que está sendo realizado em Fortaleza, com um resultado histórico. Joílson Júnior conquistou a medalha de ouro na categoria até 67kg do estilo greco-romano e se tornou o primeiro atleta tricampeão pan-americano júnior da história. Joílson venceu as edições de Barinas 2016, Lima 2017 e Fortaleza 2018 e segue firme rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. 

Não foi apenas Joilson que subiu ao pódio no primeiro dia do torneio e mais dois brasileiros também subiram ao pódio. Fábio Rodriguês terminou com a medalha de prata na categoria até 87kg. Já Michael Lima e Gabriel Lira terminaram com a medalha de bronze até 72kg e 92kg respectivamente.  Confira como foi o primeiro dia de disputas e o resultado dos brasileiros.

Joílson Júnior até 67kg –  Primeiro Tricampeão Júnior da história da luta nacional
Joilson Júnior estreou nas quartas de finais contra o chileno Diego Olguin e venceu por superioridade técnica (8 a 0). Já na semifinal, outra vitória sem sofrer pontos 9 a 0 sobre o equatoriano Juan Ignacio Francis. Na final, Joilson enfrentou o colombiano Julian Acevedo e saiu atrás do placar, mas virou ainda no primeiro round e fechou por 10 a 1. Foi o terceiro título seguido de Joílson no Pan-Americano.

Fábio Rodriguês até 87kg – Virada e prata
A categoria de Fábio acontece no sistema todos contra todos. Na primeira luta, uma virada sobre o argentino Nicolas Baez. Fabio perdia por 8 a 2 e conseguiu o touche para sair vencedor. Já no segundo combate, o brasileiro acabou derrotado pelo norte-americano Cameron Caffey 13 a 4. Restava a última luta para definir a medalha de Fábio, que acabou derrotado pelo mexicano Luiz Vazquez por touche, ocasionando um tríplice empate. Nos critérios de desempate Fábio venceu por ter vencido por encostamento o argentino por touche, e conquistou a prata para o Brasil.


Michael Lima até 72kg – Bronze em estreia de competições internacionais
A categoria aconteceu no sistema todos contra todos e Michael estreou com vitórias sobre o colombiano Jhonier Polania (10 a 2) e sobre o argentino Mauro Cardozo pelo mesmo placar. Na terceira luta, Michael enfrentou o norte-americano Leonard Merkin dos Estados Unidos e acabou superado por 8 a 0. Nas finais, Michael perdeu para o mexicano Evaristo Reyna, terminou em terceiro lugar e conquistou a segunda medalha do wrestling paraibano no torneio.



Gabriel Lira até 92kg – Bronze para a luta do Rio Grande do Norte
A categoria de Gabriel aconteceu no sistema todos contra todos. Na primeira rodada, o norte-americano Austin Harris venceu o brasileiro por touche. Gabriel voltou ao tapete de lutas nas finais para lutar pela medalha prata contra o peruano Bryan Palacios. Mas Gabriel acabou superado por 8 a 0 e terminou com a medalha de bronze.



Carlos Gabriel até 55kg
A categoria de Gabriel aconteceu no sistema todos contra todos. Na primeira luta um revés diante do equatoriano Luis Malancha (8 a 0). Já na segunda, o adversário foi o mexicano Nelson Ramirez (12 a 4). Na disputa pelo bronze contra o norte-americano Cevion Severado, Gabriel foi superado por (8 a 0) e terminou em quarto lugar.



Erivan Rocha até 60kg
Erivan fazia uma luta ponto a ponto contra o norte-americano Logan Treaster. Mas sentiu o joelho esquerdo no decorrer da luta e acabou batido por Treaster. O brasileiro teve que deixar a competição, mas nenhuma lesão grave foi constatada e fechou em quinto lugar.



Leonardo Rosa até 63kg
A divisão de Leonardo acontece no sistema de grupos e o brasileiro não conseguiu avançar. O primeiro revés foi diante de Jharold Santillan (10 a 4) e contra o chileno Pablo Munoz (11 a 3). Ele não avançou para a fase semifinal e terminou em quinto lugar.




Edson Júnior até 77kg
A  divisão de peso de Edson foi disputada em grupos e o brasileiro não conseguiu avançar para fase final. Edspn foi superado pelo colombiano Jhonny Berdugo por 10 a 2 e se despediu do torneio depois de perder para o mexicano Hector Gonzalez por 8 a 0. O brasileiro terminou em quinto lugar.

Foto: CBW


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes