Darlan Romani fica em quarto lugar na final da Diamond League em Zurique


Foi disputada nesta quinta-feira (30) em Zurique, a primeira das duas etapas finais da Diamond League, com a relização de dezesseis provas valendo o diamante. A final disputada na cidade suíça contou com a participação do brasileiro Darlan Romani, na prova do arremesso de peso.

Masculino:

No arremesso de peso, a prova foi de alto nível técnico, com os três primeiros lançando acima dos 22m. A vitória ficou com o australiano Tomas Walsh, que bateu o recorde da Diamond League, com a marca de 22.60m, seguido dos americanos Darell Hill (22.40m) e Ryan Crouser (22.18m). O brasileiro Darlan Romani teve cinco dos seus seis lançamentos validados, sendo o melhor deles alcançado logo na primeira tentativa, com a marca de 21.94m, um centímetro a menos da sua melhor marca pessoal, o suficiente para alcançar o quarto lugar.

No salto em distância, a África do Sul fez dobradinha no pódio, com Luvo Manyonga ficando com a vitória, saltando para 8.36m, quatro centímetros a mais que seu compatriota Ruswahl Samaai, com o australiano Henry Frayne ficando em terceiro (8.16m). No lançamento do dardo, o alemão Andreas Hofmann venceu com a marca de 91.44m, seguido do estoniano Magnus Kirt (87.57m) e do alemão Thomas Röhler (85.76m).Nos 200m rasos, o americano Noah Lyles venceu com o tempo de 19.67, seguido do turco Ramil Guliyev (19.98) e do trinitino Jereem Richards (20.04). 

Nos 400m rasos, os Estados Unidos fizeram dobradinha, com Fred Kerley levando a melhor, com o tempo de 44.80, treze centésimos à frente de seu compatriota Nathan Strother e quinze à frente do britânico Matthew Hudson-Smith, que chegou em terceiro. Nos 400m com barreiras, que não contou com a presença do catari Abderrahman Samba, a vitória ficou com Kyron McMaster, de Ilhas Virgens Britânicas, com o tempo de 48.08, dois centésimos à frente do norueguês Karsten Warholm, com o turco Yasmani Copello completando o pódio (48.73). 

A prova dos 3.000m com obstáculos foi bem disputada entre o queniano Conseslus Kipruto e o marroquino Soufiane El Bakkali, com o queniano levando a melhor, marcando o tempo de 8:10.15, apenas quatro centésimos à frente do marroquino. O americano Evan Jager completou o pódio (8:13.22). O Quênia levou a melhor também nos 1.500m, fazendo dobradinha, com a vitória ficando com Timothy Cheruiyot (3:30.27), seguido do compatriota Elijah Managoi (3:31.16) e do djiboutiense Ayanleh Souleiman (3:31.24).

Feminino:

Nos 100m rasos, as três primeiras colocadas ficaram separadas por apenas nove centésimos, com a vitória ficando com a marfinense Murielle Ahouré, com o tempo de 11.01, seguida da britânica Dina Asher-Smith e da marfinense Marie-Josée Ta Lou. Nos 800m rasos, a sul-africana Caster Semenya confirmou o seu favoritismo, vencendo a prova com o tempo de 1:55.27, seguida da americana Ajee Wilson (1:57.86) e da jamaicana Natoya Goule (1:58.49).

Nos 5.000m, a prova foi bem disputada no final entre queniana Hellen Obiri e a holandesa Sifan Hassen, com a queniana levando a melhor, com o tempo de 14:38.39, apenas trinta e oito centésimos à frente da holandesa. A etíope Senbere Teferi completou o pódio (14:40.97). Nos 400m com barreiras, o Estados Unidos fez dobradinha, com a vitória ficando para Dalilah Muhammad, com o tempo de 53.88, seguida da compatriota Shamier Little (54.21) e da jamaicana Janieve Russell (54.38).

No salto triplo, a vitória ficou com a colombiana Caterine Ibarguen, que saltou para 14.56m, um centímetro a mais que a jamaicana Shanieka Ricketts e nove à frente de outra jamaicana, Kimberly Williams. Já no salto em altura, a vitória ficou com Mariya Lasitskene, que saltou para 1.97m.

No salto com vara, a vitória ficou com a grega Katerina Stefanidi, que fez sua melhor marca da temporada, saltando para 4.87m, desbancando a americana Sandi Morris, que ficou em segundo lugar. E no lançamento do dardo, a vitória ficou com a bielorrussa Tatsiana Khaladovich, com a marca de 66.99m, seguida da chinesa Shiying Liu (66.00m) e da americana Kara Winger (64.75m).

A segunda etapa final será disputada nesta sexta-feira (31) em Bruxelas, com a participação dos brasileiros Thiago Braz no salto com vara e Andressa de Morais no lançamento do disco.

Foto: Getty Images



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes