CAS pune Savinova por doping, e Caster Semenya fica com ouro de Londres-2012

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) confirmou nesta terça-feira (7) a punição da russa Mariya Savinova por uso de doping para melhorar sua performance. Com isso, a atleta está desqualificada e perderá dois de seus títulos, o dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e o do Mundial de Daegu-2011. Ela já havia tentado recorrer da decisão, mas não teve sucesso. Seus títulos ficarão com a sul-africana Caster Semenya, que havia garantido a prata nas duas ocasiões. 

Semenya passa a ser a primeira mulher a ser bicampeã olímpica nos 800m rasos, em Londres-2012 e Rio-2016, e tricampeã mundial, em Berlin-2009, Daegu-2011 e Londres-2017.

A decisão do CAS deixa de considerar os resultados de Savinova entre julho de 2010 e agosto de 2013. Aos 32 anos, a atleta ainda vai cumprir uma suspensão de quatro anos, contados de forma retroativa, a partir de agosto de 2015. 

Quanto ao resultado de Londres, há mais mudanças. A prata, que era de Semenya, passa a ser da russa Ekaterina Poistogova, que ganhou o bronze na ocasião. Este será passado para a queniana Pamela Jelimo, a quarta colocada. 


foto: AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes