Giba é indicado para o Hall da fama do vôlei

O ex-jogador Giba, de 41 anos, foi indicado ao Hall da Fama do vôlei. Em cerimônia que será realizada na sede do hall da fama, em Holyoke (USA), em 10 de novembro, Giba entrará para o seleto grupo de lendas do esporte.


"Que honra! Faltam palavras nesse momento... Só posso realmente agradecer! Fui selecionado para o Hall da Fama do vôlei, para integrar um seleto grupo de 14 brasileiros. Em novembro estarei nos EUA para a cerimônia! Divido essa honra com todos vocês, brasileiros e fãs do mundo inteiro" disse Giba.

Com Giba na equipe, o Brasil nunca ficou fora de um pódio em qualquer competição. Além dos três títulos mundiais e do ouro olímpico de Atenas 2004, o ponteiro conquistou duas pratas em Olimpíadas (Pequim 2008 e Londres 2012); dois ouros e dois bronzes em Copas do Mundo; três ouros em Copas dos Campeões; oito ouros, duas pratas e dois bronzes na Liga Mundial; um ouro, uma prata e um bronze em Jogos Pan-Americanos; e oito ouros em Sul-Americanos. 

Giba é o 14º brasileiro a entrar para o Hall da Fama. Da quadra, estão no grupo Ana Moser, Fofão, Nalbert, Maurício, Bernard Rajzman e Renan dal Zotto, hoje técnico da seleção brasileira masculina. Da praia, receberam a honraria Emanuel, Adriana Behar, Shelda, Jackie Silva e Sandra Pires. O técnico Bebeto de Freitas e o ex-dirigente Carlos Arthur Nuzman completam a lista de brasileiros nomeados. No total são 135 membros de 23 países, entre ex-jogadores, técnicos e dirigentes. Giba é Hoje o presidente da Comissão de Atletas da Federação Internacional de Vôlei.

Além de Giba, a turma de nomeados de 2018 conta com a ex-jogadora russa Evgenia Artamonova Estes, o ex-jogador holandês Bas van de Goor, o técnico neozelandês Hugh McCutcheon e o dirigente japonês Hiroshi Toyoda.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes