Brasileiros terminam em quinto lugar na etapa de Rabat da Diamond League


A cidade marroquina de Rabat (MAR) recebeu nesta sexta-feira (13) a oitava etapa da Diamond League, com alguns recordes do meeting sendo batidos. A etapa contou com a presença dos brasileiros Thiago Braz e Núbia Soares.

Masculino: 

A prova do salto com vara contou com a presença do brasileiro Thiago Braz, que conseguiu saltar para 5.60m, obtendo assim a melhor marca da temporada e finalizando a prova em quinto lugar. O vencedor foi mais uma vez o americano Sam Kendricks, conquistando seu segundo triunfo consecutivo, com a marca de 5.86m, batendo o recorde do meeting.

No lançamento do dardo, a vitória ficou com o estoniano Magnus Kirt, que estabeleceu sua melhor marca pessoal, além de ter batido o recorde do meeting, com 89.75m. O alemão Andreas Hofmann (88.58m) e o tcheco Jakub Vadlejch (85.31m) completaram o pódio.

A prova dos 100m rasos teve três americanos no pódio e que foram separados apenas por um centésimo. Christian Coleman e Ronnie Baker fizeram 9.98, batendo o recorde do meeting, com a vitória ficando com Coleman através do photo finish. Noah Lyles chegou em terceiro.

Outro recorde do meeting batido foi nos 400m rasos. O jamaicano Akeem Bloomfield ficou com a vitória, marcando o tempo de 44.33, seguido do catari Abdalleleh Harouin (44.69) e do britânico Matthew Hudson-Smith (44.79). Nos 1.500m, o marroquino Brahim Kaazouzi festa a festa da torcida local, vencendo a prova com o tempo de 3:33.22, sua melhor marca pessoal, seguido do norueguês Filip Ingebrigtsen (3:33.40) e do djibutiano Ayanleh Souleiman (3:33.42).

E nos 3.000m com obstáculos, a vitória ficou com o queniano Benjamin Kigen, estabelecendo a melhor marca pessoal, com o tempo de 8:06.19, e, de quebra, assumindo a liderança do ranking mundial. Outro que fez a melhor marca pessoal foi o etíope Chala Beyo, que ficou em segundo (8:07.27). O marroquino Soufiane El Bakkali chegou em terceiro, com o tempo de 8:09.58, melhor marca na temporada.

Feminino:

A prova do salto triplo contou com a participação da brasileira Núbia Soares, que teve 14.30m como melhor marca, conquistada em sua quinta tentativa, terminando em quinto lugar. A prova foi vencida pela colombiana Caterine Ibarguen, com a marca de 14.96m, batendo o recorde do meeting e assumindo a liderança do ranking mundial. O pódio foi completado pela jamaicana Kimberly Williams (14.47m) e pela americana Tori Franklin (14.42m), que liderava o ranking mundial.

Nos 200m rasos, a bahamense Shaunae Miller-Uibo venceu a prova com o tempo de 22.29, batendo o recorde do meeting, seguida pela britânica Dina Asher-Smith (22.40) e pela americana Jenna Prandini (22.60). Nos 100m com barreiras, o pódio foi todo americano, com a vitória ficando com Brianna McNeal, marcando o tempo de 12.51, recorde do meeting, seguida de Sharika Nelvis (12.58) e Christina Manning (12.72).

Mais uma vez sem a presença da sul-africana Caster Semenya, a prova dos 800m rasos foi vencida novamente pela burundiana Francine Niyonsaba, com o tempo de 1:57.90, seguida pela jamaicana Natoya Goule (1:58.33) e pela marroquina Rababe Arafi (1:58.84). Nos 5.000m, a vitória ficou com a queniana Hellen Obiri, marcando o tempo de 14:21.75, assumindo a liderança do ranking mundial. O segundo lugar ficou com a holandesa Sifan Hassan, que marcou 14:22.34, sua melhor marca pessoal e em terceiro ficou a etíope Letesenbet Gidey, que marcou 14:23.14, também conquistando a melhor marca pessoal.

No salto em altura, a búlgara Mirela Demireva e a ucraniana Yuliya Levchenko saltaram para 1.94m, com a búlgara levando a melhor no desempate. E no arremesso de peso, a vitória ficou com a alemã Christina Schwanitz, obtendo a marca de 19.40m, seguida da bielorrussa Aliona Dubistkaya (19.21m) e da neozelandesa Valerie Adams (18.93m).

A próxima etapa da Diamond League acontecerá em Mônaco, nos dias 19 e 20 de julho.

Foto: Reprodução


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes