Bicampeão olímpico do boxe deserta a seleção cubana no México

Robeisy Ramirez, o único homem a ganhar o ouro no boxe nas Olimpíadas de 2012 e 2016, desertou a seleção durante um treinamento no México, de acordo com o instituto nacional de esportes de Cuba.

"Atitudes como essa estão longe de nossos valores e da disciplina que caracteriza nosso esporte", disse o instituto esportivo cubano, acrescentando que Ramirez estava "virando as costas" para seus companheiros de equipe, segundo uma tradução da Reuters.

Ramirez, então com 18 anos, se tornou em Londres 2012 o mais jovem campeão olímpico do boxe em 32 anos, quando venceu a categoria flyweight. Ele subiu para o bantamweight no Rio e venceu o americano Shakur Stevenson naquela final, tornando-se o oitavo pugilista cubano a ganhar dois ouros em Jogos Olímpicos.

Ramirez é mais um dos vários atletas cubanos que já abandonaram a seleção nacional, em março Joahnys Argilagos, medalha de bronze olímpica no peso leve em 2016 também deixou a seleção cubana.

Ramirez estaria livre para se tornar profissional se não estivesse mais na seleção nacional cubana, em vez de buscar uma terceira medalha de ouro em Tóquio 2020.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes