Arremessadora de peso chilena é suspensa por doping

A arremessadora de peso chilena Natalia Duco foi provisoriamente suspensa, tendo testado positivo para uma substância proibida em abril, a informação foi confirmada pela federação de atletismo do Chile.

O jornal latino-americano Herald Tribune informou que a atleta de 29 anos testou positivo para o peptídeo liberador de GHRP-6 antes dos Jogos Sul-Americanos de 2018, realizado na cidade boliviana de Cochabamba de 26 de maio a 8 de junho.

Duco defendeu o título de arremesso de peso feminino no evento, administrando um recorde de 18,15 metros nos Jogos.

Ela enfrenta a perspectiva de perder sua medalha de ouro e também uma possível suspensão de quatro anos.

Duco confirmou no Twitter que a Comissão Nacional de Controle de Doping do Chile a notificou sobre a suspensão provisória.

"Estou recebendo conselhos e descobrindo os passos a seguir", escreveu ela.

"Como sempre fiz durante toda a minha carreira, vou esclarecer essa situação de maneira transparente."

"Obrigado a todos por suas mensagens e preocupação."

Segundo informou o Latin American Herald Tribune, a Federação Chilena de Atletismo afirmou em comunicado que cumpre rigorosamente as normas antidoping e apoia incansavelmente e promove o desempenho de atletas que se abstêm de usar substâncias proibidas.

Mas o corpo acrescentou que o processo de Duco deve ser visto até a sua conclusão e que o atleta tem o direito de se defender dentro do prazo estabelecido.

Duco competiu nos últimos 3 jogos olímpicos sendo finalista em Londres 2012 e na Rio 2016.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes