ANOCA dá prazo para o Marrocos nomear potencial cidade anfitriã dos Jogos Africanos de 2019

O Marrocos terá pouco menos de 10 dias para confirmar a cidade anfitriã dos Jogos Africanos de 2019, caso o país pretenda sediar o evento continental.

A Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais da África (ANOCA) tem procurado um anfitrião substituto para os Jogos desde novembro.

Em novembro a Guiné Equatorial alertou que não poderia mais sediar o evento.

Em novembro de 2016 a Guiné Equatorial foi nomeada a sede do evento, essa seria a primeira vez que um país da África Ocidental iria sediar o evento.

A queda dos preços do petróleo e os problemas econômicos foram citados como os problemas principais para a retirada de Guiné Equatorial.

Um potencial anúncio de um novo anfitrião não surgiu na Assembléia Geral Extraordinária da ANOCA em Argel, onde os Jogos da Juventude Africana será disputado.

No entanto, a ANOCA poderia estar mais preocupada em garantir a cidade substituta com Marrocos já que o país tem 10 dias para tomar uma decisão final.

Funcionários da ANOCA visitaram o Marrocos no início deste mês para conversar com autoridades sobre a possibilidade.

Realizou-se uma reunião entre o ministro da Juventude e Esporte do Marrocos, Rachid Talbi Alami, e os vice-presidentes da ANOCA, Mustapha Barraf e João Costa Alegre.

Ahmed Nasser, presidente da Associação das Confederações Africanas do Desporto (AASC), também esteve presente.

A Nigéria também mostrou interesse no evento, mas a ANOCA tem preferência pelo Marrocos.

Houve relatos nos últimos meses de que Lusaka na Zâmbia pode sediar os Jogos, mas não houve nenhuma confirmação sobre.

Se o Marrocos for confirmado como país-sede, será a primeira vez que o país vai disputar os Jogos desde Argel 1978.

O Marrocos deixou a União Africana em 1984, depois que o corpo continental reconheceu a independência da República Democrática Árabe Saharaui, também conhecida como Saara Ocidental.

A disputa sobre a Saara Ocidental, que o Marrocos afirma ser parte de seu território historicamente, levou o Marrocos a ficar fora da União Africana por três décadas.

Eles foram readmitidos no corpo no ano passado.

Foto:ITG

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes