Seleção brasileira faz primeiro treino visando a etapa russa da Liga das Nações de Vôlei masculino

Depois de três vitórias em casa, a seleção brasileira masculina de vôlei viajou para longe e já está na Rússia para a terceira semana da Liga das Nações. A equipe verde e amarela chegou a cidade de Ufa nesta terça-feira (05.06) e já fez o primeiro treino físico, sob o comando do preparador físico, Renato Bacchi, e também trabalho com bola sob as orientações do técnico Renan e dos assistentes, Marcelo Fronckowiak e Ricardo Tabach.


Após uma viagem muito longa, de 31h entre Goiânia e Ufa, a seleção brasileira buscou adaptação ao ginásio, que, diferente do que alguns jogadores estão acostumados, tem uma dimensão maior. Segundo o capitão Buninho, esse foi o principal objetivo do treino desta terça-feira na Ufa Arena, que é um ginásio de hóquei sobre gelo.

“Esse primeiro treino foi para tirar o cansaço da viagem, se adaptar a arena e pegar referências, já que é um ginásio grande, diferente para nós, então, esse treinamento foi mais para isso. Já havíamos jogado em uma arena de hóquei no Canadá e na Finlândia. As vezes é um pouco frio, mas é bom. Esta é uma linda arena”, comentou Bruninho.

Já atento ao primeiro jogo da seleção brasileira nesta semana, o levantador prevê dificuldades contra os donos da casa.

“Penso que vai ser um grande jogo. Brasil contra Rússia é uma das mais importantes partidas do mundo. São as equipes que fizeram a final dos Jogos Olímpicos de Londres, depois a semifinal no Rio de Janeiro, e tem tudo para ser um jogo difícil. Espero um grande espetáculo para todos”, afirmou Bruninho.

O confronto entre brasileiros e russos será na sexta-feira (08.06), às 11h (Horário de Brasília). O segundo jogo será no sábado (09.06), às 8h30, contra o Irã, e o Brasil se despede da etapa contra a China, no domingo (10.06), novamente às 8h30.


Após as duas primeiras semanas, a seleção brasileira é a segunda colocada na classificação geral da Liga das Nações, com 15 pontos – mesmo número que a Polônia, que lidera por saldo de sets. Em seis jogos, o time dirigido pelo técnico Renan tem cinco vitórias – sobre Sérvia, Alemanha, Coreia do Sul, China e Estados Unidos – e apenas um resultado negativo, por 3 sets a 2, para a Itália.

Foto: Divulgação/ CBV

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes