Samba e Barshim brilham na etapa de Oslo da Diamond League


A capital norueguesa Oslo recebeu a quinta etapa da Diamond League, com atletas confirmando o favoritismo na maioria das provas e dois recordes do meeting sendo batidos.

Masculino:

Thiago André foi o único brasileiro a disputar a etapa. Ele participou novamente na prova da 1 milha, em que foi o 11° colocado. A prova foi vencida pelo queniano Elijah Manangoi.

Nos 200m rasos, a vitória ficou com o turco Ramil Guliyev, com o tempo de 19.90, estabelecendo sua melhor marca no ano, oito centésimos à frente do canadense Aaron Brown. O trinitino Jereem Richards ficou em terceiro (20.19). No arremesso do peso, o neozelandês Tomas Walsh bateu o recorde do meeting com a marca de 22.29m, seguido dos americanos Ryan Crouser (22.21m) e Darrell Hill (22.20m).

Nos 400m com barreiras, o catari Abderrahman Samba continua impossível, vencendo a terceira prova na temporada. Samba bateu o recorde do meeting com 47.60, seguido do norueguês Karsten Warholm (48.22) e do turco Yasmani Copello (48.54). Outro catari que continua imbatível na temporada é Mutaz Essa Barshim, que venceu mais uma no salto em altura. Barshim venceu saltando para 2.36m.

No lançamento do disco, a vitória ficou com o lituano Andrius Gudzius, com a marca de 69.04m, seguido do iraniano Ehsan Hadadi (67.55m) e do sueco Daniel Stahl (67.04m).


Feminino:

Nos 100m rasos, a vitória ficou com a marfinense Murielle Ahouré, com o tempo de 10.91, apenas um centésimo à frente da britânica Dina Asher-Smith, segunda colocada. A trinitina Michelle-Lee Ahye chegou em terceiro (11.06). Nos 400m rasos, a baremita Salwa Eid Naser venceu com o tempo de 49.98, seguida das americanas Phyllis Francis (50.47) e Shakima Wimbley (50.53).

Nos 800m rasos, a sul-africana Caster Semenya confirmou o favoritismo, vencendo a segunda na temporada com o tempo de 1:57.25, seguida da burundiana Francine Niyonsaba (1:58.57) e da etíope Habitam Alemu (1:58.58). Nos 400m com barreiras, houve dobradinha americana com Dalilah Muhammad vencendo sua segunda na temporada com 53.65, seguida de sua compatriota Shamier Little (53.94), com a canadense Sage Watson (54.55) completando o pódio.

Nos 3.000m com obstáculos, a queniana Hyvin Kiyeng e a americana Emma Coburn disputaram até o final a vitória, que acabou ficando com a quenianan, sua segunda na temporada, com o tempo de 9:09.63, apenas sete centérimos à frente da americana. Outra queniana, Daisy Jepkemei chegou em terceiro (9:16.87). Já no salto com vara, a americana Sandi Morris teve mais sorte, vencendo sua segunda na temporada, com a marca de 4.81m.

No salto triplo, a colombiana Caterine Ibarguen confirmou o favoritismo e venceu a segunda na temporada, saltando para 14.89m, sua melhor marca no ano, seguida da americana Tori Franklin (14.57m) e da jamaicana Kimberly Williams (14.50m). E no lançamento do dardo, a vitória ficou com a bielorrussa Tatsiana Khaladovich, que estabeleceu sua melhor marca pessoal com 67.47m, seguida da chinesa Huihui Lyu (65.11m) e da tcheca Nikola Ogrodníková (61.56m).

A próxima etapa da Diamond League acontece na capital sueca Estocolmo já no próximo domingo (10).

Fotos: IAAF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes