Malásia não participará de competições do levantamento de peso após escândalo de doping

A Malásia não participará de nenhuma competição internacional do levantamento de peso durante um ano, incluindo os Jogos Asiáticos de 2018.

A proibição significa que os medalhistas de ouro dos Jogos da Commonwealth de 2018, Azroy Hazal Wafie Ahmad e Aznil Bidin, não representarão o país na Indonésia em agosto deste ano.

O presidente do PABM, Ayub Rahmat, anunciou a decisão chocante em uma tentativa de restaurar a imagem da federação, que foi recentemente atormentada por incidentes de doping.

Três levantadores de peso da categoria júnior foram pegos no doping com a substância estenozolol em março, mais tarde, o medalhista de bronze nos jogos da commonwealth Fazrul Azrie Mohdad também foi pego com a mesma substância.

"Decidimos não participar de nenhuma competição internacional por um ano. É uma ação apropriada no momento certo.

"Apesar de nossa ausência internacional, continuaremos a fortalecer o desenvolvimento de levantadores de peso locais", disse o presidente da PABM a repórteres após a reunião da federação na Wisma OCM na quarta-feira.

Ele acrescentou que não havia obstrução para atletas da Malásia disputar eventos locais.

Além disso, um comitê interno foi formado para enviar um sinal claro ao Conselho Nacional de Esportes (NSC) e à Federação Internacional de Halterofilismo (IWF) de que o PABM leva a sério o antidoping.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes