IAAF confirma sanções de doping a vários atletas

A IAAF anunciou sanções a 11 atletas por doping.
O arremessador de disco Prashant Malik recebeu uma punição de quatro anos por não ter participado de um teste em competição no evento do Grande Prêmio da Índia, em 15 de maio de 2017.

Davinder Singh Kang também foi sancionado em relação a um teste em competição no mesmo dia, mas o lançador de dardo recebeu um aviso público e não cumprirá nenhum período de suspensão.

Ramanpreet Kaur, outro lançador de dardo, e decatleta Jagtar Singh receberam proibições de quatro anos nos testes realizados na seletiva para o Campeonato Asiático de Atletismo e nos Campeonatos Nacionais de Atletismo da Copa da Federação, respectivamente, no ano passado.

O lançador de dardo egípcio Ihab Abdelrahman também recebeu punição por um teste positivo fora de competição em 2016, esse teste impediu que ele disputasse a Rio 2016.

Dois atletas italianos também receberam sanções.

Michele Stingone foi sancionado por "fugir, recusar ou deixar de se submeter à coleta de amostras" em 28 de maio, resultando em uma proibição de quatro anos para o corredor.

O atletas masters Antonio Farina, foi sancionado por um positivo para cocaína e seus metabólitos na Marcianise Run em 10 de setembro.

A maratonista ucraniana Kateryna Stetsenko recebeu uma sanção de dois anos e quatro meses devido a um caso de passaporte biológico de atleta, a proibição da ucraniana se encerra ainda esse ano.

Jordan Chipangama, da Zâmbia, que disputou a maratona masculina nos Jogos Olímpicos Rio 2016, recebeu uma proibição de quatro anos.

O espanhol Remigio Queral Ibanez recebeu uma sanção de dois anos por um teste positivo em 22 de abril de 2017.

O corredor argelino Habib Mosbah foi banido por quatro anos após um teste positivo em uma corrida de cross country em 4 de fevereiro de 2018.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes