Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi confirmam vagas na seleção brasileira que vai disputar o Pan de Tênis de Mesa

Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi conquistaram no final de semana, em São Paulo, as  vagas nas seleções brasileiras que irão disputar o Campeonato Pan-Americano de Tênis de Mesa, em Washington (USA), no mês de novembro. 

Na seletiva masculina, Tsuboi derrotou Humberto Manhani na disputa final pelo placar de 4 a 1 (11/5, 11/9, 10/12, 11/6 e 11/9).

Foi o encerramento de uma temporada magnífica para o mesa-tenista, recém contratado pelo Werder Bremen, da Alemanha. Ele, que estava atuando na Liga Polonesa, foi peça fundamental na participação do Brasil na Copa do Mundo e no Mundial por Equipes. Em ambas as competições, a Seleção figurou entre as oito melhores do mundo.

“Estou muito feliz. É muito difícil jogar em um fim de temporada, a gente tem que buscar um último fôlego. O mais importante é que passei por um momento de baixa após os Jogos Olímpicos de 2016. Esperava muito mais da minha participação e foi bem abaixo do que eu imaginava. Consegui dar a volta por cima e nessa temporada mostrei meu melhor jogo”, disse o vencedor da seletiva.

Tsuboi foi uma das atrações da disputa em São Paulo. E este foi um motivo de alegria do mesa-tenista, além da vaga confirmada.

“Várias crianças e pais me disseram ter vindo para me ver jogar pessoalmente. É muito legal, pois estou atuando fora do país em quase 90% do tempo”, comentou.

Por sua vez, Manhani também mostrou estar satisfeito com o desempenho. Na semifinal, ele derrotou Vitor Ishiy, atleta da Seleção Brasileira, por 4 a 2 (12/14, 11/9, 11/2, 3/11, 11/9 e 11/6), conseguindo uma improvável virada em um momento decisivo da partida, quando perdia o quinto set por 9 a 6 e fechou em 11 a 9.  

“Sabia que ia sentir muitas dificuldades, com a variação de saques do Tsuboi. Ele tem um repertório muito variado. Mas foi uma seletiva de altíssimo nível e estou feliz em ter chegado na decisão, depois de conseguir uma virada importante na semifinal”, disse o atleta.

Takahashi fica com a vaga feminina
Já na disputa feminina, Bruna Takahashi, atual número 1 do Brasil, confirmou o favoritismo e venceu na final a colega de Seleção, Jéssica Yamada, por 4 a 2 (11/6, 14/12, 10/12, 11/13, 11/6 e 11/7).

Por pouco, Jéssica não ficou fora da disputa. Ela pisou de mau jeito em um lance da semifinal, contra Giulia Takahashi, e sentia muitas dores no pé. Foi atendida pela equipe médica, retornou e deu trabalho na decisão.

“Queria ganhar. Mas dependendo do movimento que eu fazia, sentia uma pontada. Então, procurei me mexer menos. Fiz o que dava, dentro das limitações”, explicou.

Bruna, que não tinha nada com isso, aproveitou bem. Com seu estilo vibrante de sempre, venceu o primeiro set com certa facilidade. A partir daí, uma grande partida. Jessica equilibrou o jogo e já deu trabalho na segunda parcial. Na terceira, foi buscar uma diferença de quatro pontos. No quarto set, conseguiu o empate. Bruna reagiu, voltou a dominar a partida e fechou em 4 a 2.

“Sabia que ia ser bem difícil. Agora é focar principalmente nos Jogos Olímpicos da Juventude, onde tenho o objetivo de buscar uma medalha. Acho que agora, que estou ganhando mais experiência, o tênis de mesa está realmente entrando em mim. Consigo ler melhor o jogo, isso está sendo muito importante”, analisou.
   
Foto; CBTM




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes