Guia da Copa do Mundo de Futebol 2018 - Grupo B

Por Bruno Alves 



PORTUGAL

O veterano Nani, o herói da Euro, Éder, além de Ruben Neves e Semedo, chegaram a ser convocados, mas foram cortados da lista final da Copa do Mundo. No gol, Rui Patrício segue intocável e conta com bom retrospecto na seleção portuguesa. William Carvalho, do Sporting, e Bernardo Silva, do Manchester City, são os principais nomes do meio-campo português para o Mundial de 2018.

No ataque, Cristiano Ronaldo dispensa comentários e chega como o principal jogador da equipe. Embalado pelo tri da Champions com o Real Madrid, o atacante seguirá como a referência no modelo de jogo de Fernando Santos.

Após causar surpresa e conquistar a Euro 2016, Cristiano Ronaldo quer a Copa do Mundo

Provável time titular: Rui Patrício; José Fonte, Cedric, Pepe e Guerreiro; Bernardo Silva, Moutinho, William Carvalho e João Mario; André Silva e Cristiano Ronaldo.

Expectativas: Com o título da Euro e o terceiro lugar na Copa das Confederações, Portugal pode sonhar até com um lugar entre os quatro melhores da Copa do Mundo. O grupo favorece a uma classificação para as oitavas de final, mas a partir daí o caminho fica bem mais complicado, com possíveis adversários como Uruguai, França, Argentina ou Croácia.

ESPANHA

Campeã em 2010 e eliminada de forma surpreendente na primeira fase da Copa do Mundo de 2014, a Espanha chega com 11 jogadores remanescentes do último mundial. Dentre os 23 convocados, a principal surpresa foi Nacho Monreal, do Arsenal, que superou Marcos Alonso, do Chelsea, por uma vaga na lateral-esquerda. O meio-campo contou com os nomes esperados, incluindo Andrés Iniesta, que se despediu do Barcelona nesta temporada e acertou com o Vissel Kobe antes de disputar a sua última Copa com a Fúria.

Para tentar chegar ao bicampeonato mundial, a Espanha segue apostando em um forte meio-campo. O quarteto Isco-Iniesta-Thiago-David Silva será crucial para a equipe. Defensivamente, o destaque vai para De Gea, que terminou a temporada com 21 jogos sem sofrer gols nas 41 partidas em todas as competições pelo Manchester United.

Provável time titular: De Gea; Carvajal, Piqué, Ramos e Alba; Busquets, Iniesta, Thiago, Isco e David Silva; Diego Costa.

Maestro da seleção espanhola, Iniesta quer se despedir em grande estilo da sua última Copa

Expectativas: Assim como em 2014, quando terminou eliminada de forma surpreendente na primeira fase, a Espanha chega como uma das quatro favoritas para conquistar o título Mundial. Nas eliminatórias se classificou sem sustos, com o terceiro melhor ataque e apenas um empate nos 10 jogos disputados.


IRÃ

Com uma equipe que se destaca pela força defensiva, o Irã chega para sua segunda Copa do Mundo consecutiva pela primeira vez na história. Nas eliminatórias foram seis vitórias e quatro empates.

Sob o comando de Carlos Queiroz, a seleção iraniana é marcada pelo contra-ataque. Dentre os destaques do time estão Hasajfi e Masoud. Aos 28 anos, o volante do Olympiakos Piraeus é um dos responsáveis pelo equilíbrio da equipe no meio-campo, enquanto Masoud, aos 33 anos, dá o toque de experiência no meio.

Provável time titular: Beiranvand; Chafouri, Montazeri, Pouraliganji e Mohammadi; Hajsafi, Ezatolahi, Jahanbakhsh, Masoud e Tarem; Azmoun.

Expectativas: Em seu quinto mundial, o Irã conta com um grupo difícil pela frente e terá trabalho se quiser surpreender Portugal e Espanha na briga por uma das duas vagas para as oitavas de final. Os comandados de Carlos Queiroz devem se contentar com a disputa pelo terceiro lugar com o Marrocos.


MARROCOS

A defesa aparece como o ponto forte da seleção marroquina, com Saiss e Benatia como os destaques da equipe. Titular da Juventus, as atuações de Benatia podem ser determinantes para a seleção marroquina tentar surpreender no seu retorno ao Mundial após 20 anos.

El Ahmadi e Boussoufa devem dar o equilíbrio defensivo para o meio-campo. Amrabat teve uma queda de rendimento durante a temporada após deixar o Watford e Belhanda aparece como o principal nome ofensivo do setor.

Ziyech, atuando pelas pontas, chega para o Mundial como um dos artilheiros da equipe, após a boa temporada no Ajax. Ofensivamente deve colaborar mais do Boutaib, que também conta com uma temporada goleadora, com 12 gols marcados em 33 jogos pelo Yeni Malatyaspor.

Provável time titular: Munir; Dirar, Benatia, Saiss e Achraf; Boussofa, El Ahmadi, Amrabat, Belhanda e Ziyech; Boutaib

Expectativas: Após 20 anos Marrocos está de volta ao Mundial com boas atuações nas eliminatórias africanas, onde chegou a vencer Costa do Marfim por 2 a 0. Com Portugal e Espanha pela frente, a seleção marroquina até pode tentar surpreender, mas deve se conformar com a disputa pelo terceiro lugar do grupo com a Irã.


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes