Brasil não dá chance à Colômbia, vence e vai à semifinal no Mundial de Futebol de 5

O Brasil já está entre os quatro melhores do mundo! Nesta quarta-feira, a seleção de futebol de 5 venceu a Colômbia por 3 a 0, em duelo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo da Espanha. Gledson, Ricardinho e Nonato marcaram os gols que mantiveram os tetracampeões mundiais firmes na busca do penta.

Agora, o time canarinho vai encarar a China na semifinal. O jogo será na sexta-feira, às 14h (de Brasília), com transmissão ao vivo pela internet. Na outra chave, Rússia e Argentina definem o outro finalista da competição. A decisão está marcada para domingo, às 7h (de Brasília), no Colégio Sagrado Coração de Chamartín, em Madri, palco das 44 partidas do torneio.

“A gente sabia que a partida seria muito difícil. A Colômbia era uma das candidatas a ganhar o Mundial. E a gente entrou ligado, fizemos os gols na hora certa e tivemos tranquilidade para administrar o resultado”, falou o ala Ricardinho, artilheiro da Copa, com oito gols.

O resultado manteve o Brasil com 100% de aproveitamento. Na fase de grupos, venceu Mali (6 a 1), Costa Rica (14 a 1) e Inglaterra (3 a 0). Na capital espanhola, a equipe busca seu quinto título mundial, depois das conquistas em 1998 (Campinas-BRA), 2000 (Jerez de la Frontera-ESP), 2010 (Hereford-ING) e 2014 (Tóquio-JAP).

Apenas a Argentina também já conseguiu vencer a Copa, em 2002 e 2006. A atual edição reúne 16 seleções, recorde de participantes até hoje. Além da taça, o campeão garantirá vaga para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

O jogo
Diante de jogadores conhecidos da Colômbia, que disputam as Séries A e B da Copa do Brasil, principal liga de futebol de 5 do Brasil, os comandados do técnico Fábio Vasconcelos não deram espaço para os rápidos Juan David Pérez e Jhon González. O fixo Cássio Reis, um dos destaques da partida, deu show: nada passava pelo camisa 5.

A parte física também acabou pesando. O Brasil havia jogado pela última vez na segunda-feira, um dia antes dos colombianos, que encerraram a rodada de terça e estavam visivelmente mais desgastados. Com apenas seis jogadores de linha à disposição, a Colômbia foi perdendo fôlego e dando espaços. No intervalo, o Brasil já vencia por 2 a 0. No segundo tempo, Nonato, que fez sua estreia no Mundial, ainda deixou o dele.

"Para mim, foi emocionante estar de volta. Passei por momentos difíceis por conta de lesão e voltei ajudando a equipe. Acabei sendo premiado com esse gol", comemorou o pivô brasileiro.

Este foi o quinto encontro entre os rivais sul-americanos em Mundiais, e os brasileiros permanecem invictos: quatro vitórias e um empate. Em toda a história, o time jamais perdeu para os colombianos: dos 15 confrontos, ganhou 12 e empatou três. Marcou 35 gols e sofreu seis.


No outro lado
No duelo entre os campeões asiático e africano, melhor para a China, que derrotou Marrocos com gol de Zhang Jiabin, artilheiro da equipe na Copa, com quatro gols. Será a terceira vez consecutiva que os chineses disputarão uma semifinal de Mundial. Nas duas anteriores, acabaram eliminados: pelo Brasil, em 2014, e pela Espanha, em 2010.


Dona da casa, a Espanha não resistiu aos atuais campeões europeus, os russos, que venceram também por 1 a 0, gol de Andrey Tikhonov. Na semifinal, vão encarar a Argentina, que precisou dos pênaltis para despachar a Inglaterra (1 a 0), após o empate em 1 a 1 no tempo normal.

Foto; CBDV


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes