Brasil é campeão mundial de Goalball no masculino; Feminino é bronze

A Seleção Brasileira masculina de goalball faturou nesta sexta-feira, 8, o bicampeonato mundial da modalidade. Na decisão da medalha de ouro, o Brasil venceu a Alemanha por 8 a 3, subiu ao lugar mais alto do pódio da competição, em Malmö, na Suécia, e repetiu a conquista de quatro anos atrás, em Mundial realizado na Finlândia.

Com este resultado, o time também se classificou para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020, junto com a Alemanha e Bélgica.

A equipe masculina teve 100% de aproveitamento na fase de grupos da competição, após vencer os jogos contra a própria Alemanha, Estados Unidos, Irã, Japão, Canadá, República Tcheca e Egito.


Nas quartas de final, foi a vez de enfrentar a seleção da Suécia, que perdeu dos brasileiros por 9 a 3. A semifinal contra a Lituânia teve um placar mais apertado. Após o fim do tempo regulamentar da partida, que acabou em 6 a 6, a disputa foi para o gol de ouro, em que o primeiro time que marcasse o gol garantiria a vaga para a final. Os brasileiros sagraram-se vencedores na morta-súbita.  Já na final contra a Alemanha, o Brasil venceu a partida por 8 a 3, garantindo a medalha de ouro.

Feminino garante o bronze e também garante vaga em Tóquio 2020
A Seleção Brasileira feminina de goalball conquistou, nesta sexta-feira, 8, a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Goalball de Malmö, na Suécia. O lugar no pódio foi assegurado com a vitória por 7 a 2 sobre o Canadá. Com este resultado, elas se classificaram para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020, junto com a Turquia e a Rússia, as finalistas da competição.

A equipe feminina brasileira terminou a fase de grupos invicta, após vencer a China, a Argélia, o Canadá, os Estados Unidos e empatar com a Grécia. Com o primeiro lugar no grupo D, elas enfrentaram nas quartas de final a Austrália, quando venceram por 5 a 2.

A semifinal foi contra a Turquia, atual campeã paralímpica, que acabou levando a melhor em cima das brasileiras, por 5 a 2, e garantiram a vaga na final junto com a Rússia. Na disputa pelo terceiro lugar, o Brasil enfrentou o Canadá e venceu por 7 a 2, conquistando a medalha de bronze, pela primeira vez na história da Seleção feminina. No último Campeonato Mundial, em 2014, elas ficam em quinto lugar.


“Estamos muito felizes pela vaga, pelo bronze, foi muito suado, os jogos foram muito importantes, desde o início, não teve jogo fácil. É muita alegria, muito respeito a tudo que a gente construiu no Brasil até aqui. Esse é um grupo maravilhoso que vai treinar bastante para chegar bem em Tóquio, em 2020”, disse Ana Gabriely Brito Assunção, pivô da Seleção.

Foto: CBDV




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes