Tóquio 2020 descarta piscina artificial de ondas e confirma competição de surfe no oceano

A competição de surfe dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 será disputada no oceano e não em uma piscina com ondas artificiais, como era cogitado. De acordo com o presidente da Associação Internacional de Surfe (ISA, em inglês), o argentino Fernando Aguerre, o palco será a praia de Tsurigasaki, em Chiba.

"A Comissão Organizadora não indicou nada para nós sobre a possibilidade de mudar o seu plano, então estamos planejando para o local escolhido no oceano"disse Aguerre, à Agência AFP.

Onze vezes campeão mundial, o americano Kelly Slater tinha o plano de levar um projeto parecido com o de sua piscina com ondas artificiais ao megaevento. Em maio, ela sediou um concurso organizado pela Liga Mundial de Surfe (WSL).

O maior argumento para colocar a piscina artificial em prática em Tóquio era o fato de as ondas do oceano não são consideradas boas na região. Tsurigasaki Beach, que fica a cerca de 60 quilômetros a sudeste de Tóquio, já foi sede de competições de surfe profissional.

" A ISA há muito tempo tem sido um defensor da natureza e defensor de tecnologia. Estamos interessados em aprender todos os desenvolvimentos deste tipo, e obviamente, ficamos em contato com colegas de surfe em todas as novas iniciativas que ajudam no desenvolvimento de nosso grande esporte" disse Aguerre.

O programa de surfe nos Jogos Olímpicos acontecerá entre 24 de julho e 9 de agosto.


foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes