Rodolpho Riskalla bate medalhistas paralímpicos e garante 2ª vitória em disputa de Para-Hipismo na Alemanha

Após o 1º lugar no último sábado (5) o cavaleiro brasileiro Rodolpho Riskalla voltou a vencer na segunda-feira, 7/5, no Concurso de Internacional 3* de Adestramento Paraquestre - CPEDI3* no Torneio de Maio em Mannheim, na Alemanha.

O cavaleiro paulista, radicado na França e que integrou a equipe do Brasil na Rio 2016, garantiu a 1ª colocação na prova individual Grau IV com nada menos que 74.959% de aproveitamento.

Em 2º lugar chegou a holandesa Sanne Voets, medalha de ouro individual na Rio 2016, prata individual e ouro por equipes nos Jogos Equestres Mundiais 2014, com 70.813%. Pela França, Jose Letartre com Swing Royal Ene HN foi 3º, 70,447%. Também esteve no páreo a top alemã Hannelore Brenner, que entre outras medalhas paralímpicas garantiu dois ouros individuais e prata por equipes em Londres 2012. Montando Rainbow Queen, Hannelore foi 5ª colocada, 68.455%. Nessa terça, 8/5, Rodolpho e Don Henrico disputam o Freestyle Grau IV.

Rodolpho monta Don Henrico, cedido pela amiga, patrocinadora e amazona olímpica alemã Ann Kathrin Linsenhoff, desde julho de 2017. Além de competir em provas de Adestramento Paraquestre visando uma vaga nos Jogos Equestres Mundiais 2018, Rodolpho também está no processo seletivo da Confederação Brasileira de Hipismo para representar o Brasil no Campeonato Sul-americano de Adestramento 2018, na Argentina, disputa válida como qualificativa do país para os Jogos Pan-americanos 2019.

"Daqui a 10 dias vou competir no small tour do Concurso de Adestramento Internacional - CDI de Wiesbaden, na Alemanha. Depois o Don Henrico vai descansar. Talvez eu entre em alguma prova no final de julho ou agosto. A nossa meta é chegar em forma nos Jogos Equestres Mundiais 2018 em setembro", revelou Rodolpho, 33, que também comentou a evolução de seu desempenho.

"O cavalo melhorou e estamos criando cada vez mais conjunto. Ele tem muita qualidade nas três andaduras - passo, trote e galope -  é o que os juízes gostam de ver. No Internacional de Adestramento em Hagen, na Alemanha, entre 25 e 29/4, também chegamos perto da casa dos 70% tanto na reprise St George como na Intermediaria I", ponderou o brasileiro.

Foto: Rainier Schmidt





Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes