Figura importante nos Jogos de 2012, ex-secretária da cultura britânica morre aos 70 anos

Tessa Jowell, ex-secretária da cultura britânica que desempenhou um papel fundamental na segurança dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e usou o seu próprio diagnóstico de câncer para fazer campanha por um tratamento melhor faleceu aos 70 anos.

Jowell morreu na casa da família em Warwickshire, Inglaterra, na noite de sábado (12), a informação é da própria família em um comunicado divulgado no domingo (13/05).

Jowell, foi diagnosticada com um tumor no cérebro no ano passado, permaneceu membro da Câmara dos Lordes e usou a plataforma para pedir melhor compartilhamento de informações e melhor acesso aos cuidados médicos. Seu discurso memorável no Parlamento levou seus colegas às lágrimas.

"No final, o que dá sentido à vida não é apenas como ela é vivida, mas como ela chega ao fim", disse ela em janeiro, com um xale em volta dos ombros e a cabeça coberta por uma touca craniana. “Espero que este debate dê esperança a outros pacientes com câncer, como eu, para que possamos viver bem juntos com o câncer - e não apenas morrer com isso. Todos nós - por mais tempo."

Enquanto os políticos de todas as afiliações ofereciam homenagens e elogios pela coragem de Jowell e por sua defesa de programas como os centros para crianças Sure Start, foi o trabalho dela durante Londres 2012 que apresentou ela para o público em geral.

Jowell pressionou o governo britânico para que Londres concorresse aos Jogos de 2012 mas a sua alegria durou pouco. No dia seguinte - 7 de julho de 2005 - quatro homens-bomba atacaram a rede de transporte público da cidade, matando 52 pessoas e ferindo centenas.

No 10º aniversário dos ataques, Jowell disse aos participantes de um funeral que suas lembranças do dia eram vívidas.

“Eu certamente nunca vou esquecer isso - nem o dia em si nem os dias seguintes. Eu estava em Cingapura ”, lembrou ela. “Estávamos comemorando ter vencido a corrida olímpica quando meu secretário particular recebeu uma ligação de Londres para saber que poderia ter havido um ataque terrorista à rede de metrô."

“Quando a escala completa da atrocidade ficou clara, aqueles de nós representando o Reino Unido em Cingapura podiam pensar em apenas uma coisa: nós precisávamos ir para casa.”

O ex-primeiro-ministro Tony Blair pediu a Jowell para coordenar o apoio do governo aos sobreviventes do atentado de 7 de julho. Ela disse que muitas meses pensou em 7 de julho, em especial durante os 2 minutos de silêncio na cerimônia de abertura de Londres 2012.

Homenagens a Jowell foram feitas, Blair falou de sua importância na política e o ex-futebolista David Beckham postou uma imagem no instagram em que está ao lado de Jowell.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes