Evandro/André Stein e Vitor Felipe/Guto vão às quartas da etapa de Itapema do Circuito Mundial de Vôlei de Praia

A torcida apoiou até debaixo de chuva e os brasileiros avançaram nesta sexta-feira (18.05) às quartas de final do torneio masculino na etapa de Itapema (SC) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. Evandro/André Stein (RJ/ES) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) superaram seus desafios pelas oitavas de final e seguem na disputa por medalhas. Novamente o público, que encheu os 2,7 mil lugares, foi parte fundamental do espetáculo.

Os jogos neste sábado terão início com o torneio feminino, às 9h, com entrada franca na arena montada da Meia Praia, altura da rua 307. No mesmo dia também acontecem as disputas das semifinais, a partir das 18h (de Brasília), além das disputas de medalha, no domingo de manhã.

Vitor Felipe e Guto encaram nas quartas de final os medalhistas olímpicos e campeões mundiais de 2013, Brouwer e Meeuwsen, da Holanda, às 12h (de Brasília), no primeiro confronto entre os dois times. Já Evandro e André Stein jogam às 11h contra os canadenses Pedlow e Schachter por uma vaga na semi. A série neste duelo está empatada 1 a 1.

Além dos dois times que avançaram às quartas de final, duas duplas brasileiras acabaram eliminadas nesta sexta-feira, ambas após lesões: Ramon/Fernandão (RJ/ES) e Álvaro Filho/Saymon (PB/MS). Mas nada desanimou o público que lotou a arena em Itapema, empurrando os times do país inclusive na chuva.

Evandro e André Stein conquistaram a vaga ao superarem nas oitavas de final os cubanos Nivaldo e Gonzalez por 2 sets a 0 (21/18, 21/19), em 37 minutos. A vitória foi comemorada pela parceria, que conseguiu evitar os momentos de dificuldade impostos pelos bons saques do time cubano. Evandro destacou a atuação do parceiro e a amizade da dupla.

“Tenho que dar parabéns ao André, me ajudou demais em quadra, fez uma excelente partida em relação ao bloqueio. E isso foi o meu apoio durante o jogo. Tive alguma dificuldade em determinado momento, perdemos alguns contra-ataques. E o que ele fez foi fundamental na nossa vitória”, disse o bloqueador carioca de 2.10m, que completou.

“É por isso que jogamos juntos, por isso confiamos um no outro. Temos uma sintonia de amizade fora de quadra muito grande. Quero levar isso para minha vida, ele é um garoto sensacional e ultrapassar as dificuldades e crescer junto dele tem sido ótimo. Vamos buscar nossos objetivos e nos prepararmos forte para esse duelo das quartas de final”.

Já Vitor Felipe e Guto (PB/RJ) conquistaram uma virada impressionante para chegar às quartas de final. Eles salvaram quatro match points para levar o duelo ao tie-break e vencer os turcos Murat Giginoglu e Volkan Gögtepe por 17/21, 24/22, 15/7, em 54 minutos. Após o triunfo, Vitor Felipe ainda em êxtase comentou o sentimento pela classificação.

“Nós não desistimos em nenhum momento, estava muito difícil, mas conseguimos achar o caminho. Temos que agradecer a torcida aqui de Itapema, sem eles seria muito mais difícil. Tinha um sentimento de que eu precisava mostrar mais do que estava apresentando, estava querendo ajudar e não estava conseguindo. Na hora certa, felizmente meu voleibol apareceu. É um jogo que fica até difícil para dormir depois, tamanha emoção”.

Álvaro Filho e Saymon acabaram ficando na primeira fase, ao perderem a segunda partida do grupo H nesta sexta-feira para os poloneses Kujawiak e Rudol. A dupla desistiu do confronto no segundo set após Alvinho sofrer lesão muscular no quadril e não ter condições de continuar na disputa. O placar final ficou 21/19, 2/21, 0/15, em 31 minutos.


Quem também não conseguiu avançar na competição foi a dupla Ramon Gomes e Fernandão (RJ/ES). Eles nem entraram em quadra por conta de uma entorse no tornozelo de Fernandão, ainda na primeira partida do torneio. Com isso, acabaram superados por W.O. para os suíços Beeler e Krattinger, ficando na 25ª posição.

Foto: CBV


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes