Com um quinto lugar, Brasil encerra participação no Pan-Americano de Luta

A delegação brasileira encerrou a participação no último domingo (6/5) no Pan-Americano de Luta, realizado em Lima, no Peru. Coube a Marcos Oliveira Júnior de apenas 19 anos conseguir o melhor resultado do dia. O paulista terminou em quinto lugar na categoria até 74kg do estilo livre e foi o melhor estreante da delegação nacional na competição. 

O Brasil fechou o torneio com cinco medalhas. Sargis Kahchatryan ficou com a medalha de ouro na categoria até 55kg do estilo greco-romano. Ainda entre os grequistas, Marat Garipov até 60kg, Joílson Júnior até 67kg e Angelo Moreira até 77kg levaram a medalha de bronze em suas respectivas categorias. Já Lais Nunes terminou com a medalha de prata e teve como destaque a vitória sobre Jacqueline Rentería, duas vezes medalhista de bronze olímpica, em Pequim 2008 e Londres 2012, uma das melhores lutas do torneio.

Lais Nunes e Joílson Júnior ainda classificaram suas respectivas categorias para os Jogos Pan-americanos 2019, que também acontecem na capital peruana. Esta foi apenas a primeira oportunidade de qualificação para os atletas brasileiros, a próxima será os Jogos Sul-americanos, no mês de junho, em Cochabamba, na Bolívia.

João Victor Silva até 65kg
O primeiro estreante em Pan-americanos do dia foi João Victor Silva. O paulista não conseguiu superar o argentino Augustin Destribats e foi batido por superioridade técnica. Como Augustin não avançou, o brasileiro foi impedido de retornar para a repescagem,

Marcos Oliveira Júnior até 70kg
O atleta do SESI-Cubatão de 19 anos não se intimidou com a falta de experiência internacional e conseguiu classificar dentro do seu grupo. Marcos venceu o primeiro combate contra o peruano Jesus Cespedes por 3 a 0, ao tirar o atleta do atleta e forçar punições do rival. Na semifinal, Marcos enfrentou o canadense Alexander Chaves. Marcos fez um primeiro round duro, mas Chavez conseguiu abrir vantagem e fechar em 12 a 2. O brasileiro avançou em segundo do grupo e seguiu para semifinal para enfrentar o norte-americano James Green. O estado-unidense conseguiu o touche e mandou Marcos para a disputar do terceiro lugar, novamente contra Alexander Chaves. Marcos foi aguerrido, mas não conseguiu defender as investidas de Chaves que ficou com a medalha de bronze ao vencer por superioridade por 10 a 0.

Thales Reis até 74kg
O mais jovem atleta da delegação, o carioca Thales Reis, de apenas 18 anos acabou superado pelo venezuelano Kervin Diaz por 11 a 2. Como Kervin não avançou, Thales não pôde voltar para a repescagem.

Cassio Oliveira até 97kg
Apesar dos 34 anos, Cassio era outro estreante em Pan-americano. O pernambucano enfrentou o venezuelano Jose Daniel Diaz e acabou superado por 10 a 0. Como Diaz não avançou para final, Cassio não foi repescado.

Foto: CBW


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes