CBB tenta repatriar promessa brasileira que defendeu a Alemanha nas categorias de base

A Confederação Brasileira de basquete, em sua detecção pelo mundo de novos talentos, busca repatriar um jovem de 19 anos para a seleção masculina. O ala Oscar Da Silva, de 19 anos e que joga na universidade de Stanford-USA, tem nacionalidade brasileira e alemã após tentar defender a seleção brasileira e não ter resposta da CBB na época da gestão de Carlos Nunes, aceitou defender a seleção alemã de basquete no mundial sub19 em 2017.


Segundo os sites 'globoesporte.com' e 'Café Belgrado', CBB e Oscar da Silva já se acertaram e agora eles precisam de uma autorização especial da Fiba para que ele possa defender a seleção brasileira de basquete, já que pelas regras da entidade que regula o basquete, o atleta pode mudar de seleção até os 17 anos, após isso somente com autorização da Fiba e de um pagamento de uma taxa especial que varia de 2 mil a 20 mil Francos suíços.

A Federação Alemã está ciente e na briga para manter a elegibilidade de Oscar para a sua seleção, que também tem jogos das eliminatórias europeias na janela, contra Áustria e Sérvia. O Brasil também pretende convocá-lo para a próxima janela das eliminatórias da copa do mundo, nas partidas contra Venezuela e Colômbia. Ambas equipes, já estão classificadas para a segunda fase da competição.

foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes