Antônio Tenório vibra com maior participação em competições internacionais de judô para cegos

A Seleção Brasileira de judô paralímpico está a poucos dias de participar do Campeonato das Américas, em Calgary, no Canadá. O evento será o terceiro desafio do ano do selecionado, fato inédito, e que representa demais para a preparação dos atletas.
 
Em 2016, durante a preparação para os Jogos Paralímpicos do Rio, a Seleção Brasileira havia participado de duas competições nesta mesma época do ano (German Open e GP Internacional Infraero), marca já ultrapassada, com a disputa dos dois eventos, além da Copa do Mundo IBSA, na Turquia.
 
As maiores condições de participarem de mais eventos colocam os atletas em atividades e em contato com os adversários, fato que deixa os brasileiros felizes, entre eles, o multicampeão Antônio Tenório, que destacou ainda os treinamentos pós-eventos.
 
“É importante a gente estar sempre fazendo esses intercâmbios, pegando no quimono dos rivais. O judô é muito inconstante, sempre estão mudando os adversários, e a gente precisa fazer um amplo estudo no decorrer do ciclo para poder chegar em Tóquio”, destacou o tetracampeão paralímpico, detentor de outras duas medalhas.
 
Sobre o próximo desafio, no Campeonato das Américas, Tenório espera trazer um bom resultado para o Brasil, e foi além ao projetar o restante da temporada, que tem ainda um intercâmbio no Japão, em julho, e o Campeonato Mundial no mês de novembro, em Lisboa.
 
“Esse ano nós já participamos de três campeonatos e vamos para o quarto, no Campeonato das Américas. A gente espera sair de lá com um bom resultado, estar entre os três primeiros colocados, pra seguir para o Japão (no intercâmbio), e depois finalizar o nosso trabalho conquistando um bom posicionamento no ranking com a disputa do Mundial”, projetou.

 
Foto: CPB/MPIX


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes