Ágatha/Duda e Maria Clara/Carol levam o Brasil às quartas na etapa de Itapema do Circuito Mundial de Vôlei de Praia

Brasil ainda conta com duas duplas femininas no torneio Quatro Estrelas de Itapema (SC), etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. Após as partidas desta sexta-feira (18.05), e de muita chuva ao final do dia, Ágatha/Duda (PR/SE) e Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) foram as “sobreviventes” entre as cinco parcerias verde e amarelas que entraram em ação na arena montada na Meia Praia.

Já garantidas nas oitavas de final as duas duplas precisaram jogar apenas uma vez nesta sexta-feira. Ágatha e Duda (PR/SE) não tiveram dificuldades para passarem pelas espanholas Liliana e Elsa por 2 sets a 0 (21/16 e 21/17), em 32 minutos. Nas quartas de final, na manhã deste sábado (19.05), elas irão enfrentar Bieneck/Schneider, da Alemanha. Com a classificação para a próxima fase garantida, Ágatha reforçou a necessidade de manter-se alerta a cada jogo.

“Aqui no Circuito Mundial os times são muito bons, muito fortes e com muita vontade de ganhar. Não podemos baixar a guarda em nenhum jogo. Toda partida é difícil. Vamos seguir com a preparação e estudo dos adversários. Eu e Duda estamos fazendo partidas muito conscientes do que queremos, estamos bem lúcidas. E aumentamos um degrau o nosso time, pois aprendemos mais sobre nós mesmas a cada torneio”, contou a paranaense.

As atuais campeãs brasileiras enfrentaram um ícone da modalidade nas oitavas de final. Com a quadra central lotada, Maria Elisa e Carol Solberg (RJ) eliminaram a tricampeã olímpica Kerri Walsh-Jennings e a parceira Nicole Branagh (EUA). No entanto, logo no início do segundo set, um temporal desabou sobre a região de Itapema, paralisando a partida por pouco mais de uma hora. Na volta ao jogo, as brasileiras concluíram o bom trabalho que haviam começado e encerram a partida em dois sets (21/18 e 21/15), em 1h44. Carol Solberg contou o que fez para alcançar a vitória.

“Eu estava muito ligada e com medo desta situação tirar o nosso foco. O vôlei de praia está sempre sujeito a estas questões meteorológicas. Então preferimos ficar pela quadra para manter a nossa concentração. E voltamos bem, nos mantivemos aquecidas e isso foi muito importante”, disse Carol. Nas quartas de final elas terão pela frente uma dupla da República Tcheca Kolocova/Kvapilova.

Outras três duplas femininas do Brasil entraram em ação, mas acabaram superadas e deram adeus à competição. Logo cedo, Josi e Lili (SC/ES) foram superadas na segunda rodada do grupo F pelas finlandesas Lahti e Parkkinen por 2 sets a 1 (22/24, 21/18 e 13/15), em 54 minutos. Na repescagem, Taiana/Carol Horta (CE) não resistiu à força de Keizer/Meppelink (HOL), vitória holandesa por 2 sets a 1 (18/21, 21/14 e 10/15), em 48 minutos.

Medalha de ouro em dois eventos do Circuito Mundial 2018, Bárbara Seixas e Fernanda Berti (RJ) não conseguiram repetir as boas campanhas anteriores e foram eliminadas nas oitavas de final por Barbora Hermannová e Marketa Sluková, da República Tcheca, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/17), em 40 minutos.

Foto: CBV



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes