Prefeitura de São Caetano vai desmontar maior centro indoor de atletismo do país

Construído a um custo de aproximadamente R$ 20 milhões em 2012, o principal centro de treinamento indoor de atletismo já construído no Brasil será desmantelado. O local, que pertencia à equipe B3, será desfeito pela Prefeitura de São Caetano do Sul para abrigar atletas de outras modalidades mantidas pelo município.  As informações são do site globoesporte.com

A B3, que se chamava BM&F, venceu 14 vezes o Troféu Brasil, principal competição nacional. Em janeiro, o clube anunciou o encerramento de suas atividades. O terreno onde fica o complexo pertence à prefeitura, que o havia cedido ao clube em comodato. Após a extinção do projeto de alto rendimento, a B3 já protocolou o termo de devolução do espaço ao poder público, o que ocorrerá em definitivo em junho.

Segundo o GloboEsporte.com, na manhã desta sexta-feira, o secretário de Esporte, Lazer e Juventude de São Caetano, Roberto Luiz Vidoski, visitou o complexo com delegações das equipes de taekwondo e judô. Também vice-prefeito da cidade, ele propôs um loteamento do equipamento aos presentes. Sugeriu, por exemplo, a colocação de biombos para dividir as modalidades que planeja basear no local.

A movimentação descaracterizará o CT, que tem uma pista coberta, caixa de areia, equipamentos de saltos e salas de fisioterapia, nutrição, massagem e de administração. Além dos atletas da B3, competidores de modalidades paralímpicas e de clubes de base também utilizam o complexo indoor.

Uma outra pista de atletismo, mantida fora do complexo e ao ar livre, será mantida pela prefeitura. Ela foi construída em convênio entre o município e o Ministério do Esporte.

Antes de decretar o fim de suas operações, o clube contava com 57 atletas e 13 técnicos nas provas de velocidade, saltos, provas combinadas, barreiras e obstáculos, meio fundo, fundo, arremesso e lançamentos. Todo o aporte financeiro para esta temporada será direcionado à Orcampi -equipe pela qual todos os atletas disputarão o Troféu Brasil 2018.

A prefeitura de São Caetano confirmou que vai descaracterizar o local para "ampliar a capacidade esportiva".

"A gestão da Pista de Atletismo está a cargo da B3 (antiga BM&F) até 31 de junho. A Secretaria de Esporte, da Prefeitura de São Caetano do Sul, já estuda ampliar a capacidade esportiva do município com a utilização do espaço, ainda sem qualquer definição" afirmou a secretaria em nota.


foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes