Lucia Araújo retorna à cidade da primeira medalha para a disputa da Copa do Mundo de Judô Paralímpico

Na madrugada da próxima quinta-feira, 19, a Seleção Brasileira de judô paralímpico embarca para a Turquia para a disputa da Copa do Mundo na cidade de Antalya, nos dias 22 e 23 e para a realização de treinos com atletas de outros países. A delegação do Brasil seguirá para o desafio com seis judocas e os dois treinadores.
 
A competição vale pontos para o ranking que garante vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 e serve como preparação para o principal evento do ano, o Campeonato Mundial que será realizado na cidade de Lisboa, em Portugal, no mês de novembro.
 
Uma das convocadas para a Copa do Mundo é Lucia Araújo, que neste ciclo subiu de categoria e agora está no meio-médio (até 63kg). A judoca vem de um retrospecto de causar inveja a muitos atletas e em seu cartel constam medalhas em todas as competições disputadas desde 2010. De lá pra cá foram 18 pódios.
 
“Fruto de muito treino. Buscando sempre corrigir o que precisa e com o pensamento de sempre melhorar. Você sai de uma competição com uma medalha, mas tem que ter a consciência de que a medalha veio, mas sempre tem espaço para melhorar. Procurar sempre estudar os adversários. Mas o principal é não se acomodar, cada dia buscar sempre fazer o seu melhor”, exaltou Lúcia.
 
Antalya traz boas lembranças para a judoca. Foi na cidade turca que Lucia Araújo conquistou a sua primeira medalha internacional. A vice-campeã dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e Londres 2012 espera um novo sucesso oito anos depois e afirma que vai em busca da medalha de ouro.
 
“Diferentemente do ano passado, que estava iniciando no novo peso, e conseguir subir no pódio (prata na Copa do Mundo do Uzbequistão), vou para ser campeã. O meu objetivo é estar no ponto mais alto do pódio. Sinto que estou capacitada para isso e espero encontrar a campeã e vice paralímpica. As minhas expectativas são as melhores, a minha primeira medalha internacional foi na Turquia, em Antalya, e espero repetir este feito”, disse a judoca.
 

Lucia Araújo terá a companhia de Alana Maldonado (-70kg), Antônio Tenório (-100kg), Rebeca Silva (+100kg), Thiego Marques (-60kg) e Wilians Araújo (+100kg), além dos técnicos Alexandre Garcia e Jaime Bragança. As disputas pelas medalhas serão nos dias 22 e 23, e nos dias 24 e 25 os judocas treinam com representantes de outros países.

Foto: Inovafoto


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes