Jogadores de Handebol pedem renúncia do presidente da CBHb em carta aberta


A crise no handebol brasileiro continua. Após denúncias de improbidade administrativa na Confederação brasileira de Handebol (CBHb) e o fim repentino do patrocínio do Banco do Brasil por conta destas irregularidades, os principais jogadores de handebol do Brasil publicaram uma carta aberta em que pedem a renúncia do presidente Manoel de Oliveira.

"A comissão de atletas abaixo assinada, junto com demais atletas de representação da nossa modalidade, vem por meio de este ofício realizar o pedido para que o Sr. Presidente Manoel Luiz de Oliveira apresente sua renúncia. Não estamos satisfeitos com a gestão e nos últimos tempos temos visto a imagem do handebol apenas relacionada a questões judiciais e, consequentemente, a perdas de patrocínio e credibilidade, em vez de vermos divulgados nossos êxitos esportivos." Diz um trecho da carta.

A Carta cita a longevidade do presidente Manoel no cargo - 28 anos - e do prejuízo iminente ao esporte pelo nome de Manoel ainda estar ligado ao nome do handebol brasileiro: Tal medida é importante sobretudo porque, pelos problemas que deram motivo a seu afastamento, Manoel é incapaz de representar os anseios daqueles que constroem o handebol, porque estamos descontentes com suas posições e porque ele deixou de cumprir o papel de direção da entidade."

A Carta é assinada por uma comissão de atletas formada pelos principais atletas de Handebol do Brasil: Duda Amorim e Babi Arenhart do handebol feminino; Petrus, Gil Pires e Felipe Borges do handebol masculino; Patricia Scheppa e Bruno Carlos do Handebol de praia.

Manoel de Oliveira está afastado do cargo por decisão judicial desde quarta-feira, acusado de improbidade administrativa, mas pretende voltar ao cargo assim que obtiver uma liminar na justiça.

foto:Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes