Atleta britânico do Taekwondo abre mão de busca por vaga em Tóquio 2020 por conta da saúde

O taekwondista britânico Max Cater abriu mão de buscar uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, depois de sofrer uma convulsão.

O jovem de 20 anos entrou em colapso no mês passado depois de sofrer de amigdalite enquanto tentava ganhar peso para um evento.

Cater compete na categoria até 50 quilos e deveria competir na Bulgária depois de ganhar uma isenção de uso terapêutico para a medicação TDAH.

"Eu tive que colocar minha saúde em primeiro lugar", disse ele à BBC Sport.

"Os últimos três meses foram mentalmente os piores da minha vida e parar é de partir o coração, como sempre sonhei em ir às Olimpíadas."

Cater é o 17º no ranking mundial e era um dos mais cotados para estar na equipe britânica em 2020.

"Por causa da tonsilite, eu estava basicamente comendo apenas alimentos líquidos, pois minha garganta estava tão dolorida e eu também estava tentando perder peso, então eu estava muito fraco", disse Cater, que achou o peso da divisão de -58kg mais desafiador ele fica mais velho.

"Eu estava indo para os médicos para pegar mais antibióticos e a próxima coisa que me lembro é de estar na ambulância indo para o hospital."

"Eles disseram que eu tive uma convulsão e, basicamente, um ataque por cerca de 10 minutos e, nesse momento, eu disse: 'Eu não estou fazendo isso comigo mesmo'".

Cater admitiu que se esforçou para se concentrar por longos períodos esse ano enquanto estava na escola e teve testes este ano para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) depois de passar por lapsos semelhantes durante as competições.

O medicamento que foi prescrito para Cater concentra metilfenidato, que está na lista de substâncias proibidas pela AMA.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes