Presidente da Fifa sofre derrota política e não consegue aprovar Mundial Sub-18 anual e com 48 seleções

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, sofreu uma derrota política na Colômbia ao não conseguir aprovar a criação de um Mundial Sub-18 anual a partir de 2020. O Conselho da entidade reprovou a proposta e manteve o formato atual dos torneios de base: um Mundial Sub-17 e um Mundial Sub-20 a cada dois anos, sempre em anos ímpares.

A proposta voltará a ser discutida na próxima reunião do Conselho, em junho, em Moscou, na semana anterior ao início da Copa do Mundo. A aprovação na reunião da Colômbia, nesta semana, era dada como certa até pelos maiores opositores da nova competição.

Por enquanto, prevaleceu a posição da Uefa e da Conmebol, que são contra a criação de um novo torneio com 48 seleções, que era o plano de Infantino para o novo Mundial sub-18.

O mesmo aconteceu com a Liga Mundial Feminina, uma das prioridades da atual direção da Fifa. O novo torneio ainda pode ser implantado a partir de 2020, como quer Infantino, mas sua aprovação também foi adiada.


Fòto: EFE/ Jeon Heon-Kyum

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes