Mo Farah afirma ter sofrido racismo em aeroporto na Alemanha

Na terça-feira (6), durante passagem pela Alemanha, o bicampeão olímpico dos 5000 e 10000 metros Mo Farah (GBR) gravou, por meio de sua conta nas redes sociais, o momento em que o segurança de um aeroporto em Munique, o empurrava com direção ao portão. Segundo o atleta, a atitude do profissional teria sido motivada por racismo.

Farah deixou o Reino Unido, na segunda-feira, com destino à Etiópia, onde completará seu último bloco de treinamentos, antes da Maratona de Londres no próximo mês. Durante a jornada, fez escala no aeroporto da Alemanha.

O momento foi registrado pelo atleta durante uma "live" (ao vivo) no Instagram e posteriormente publicado em sua conta com a legenda "Triste por ver assédio racial ainda neste dia e neste ano. 2018!!!"

Durante o vídeo, Farah se filma enquanto é empurrado pelo segurança, que afirma que ele precisa "deixar a área". Enquanto isso, o atleta se defende, acusando a situação de "puro assédio" e afirmando ao profissional que ele "não precisa empurrá-lo".

Enquanto isso, o segurança ia procurando afastar o maratonista, dizendo mesmo que não se importava de estar a ser filmado e a ser visto em todo o mundo através da conta do famoso atleta britânico, que tem o título de Sir.

No fim do dia, um porta-voz do atleta veio a público se pronunciar e reiterou a ideia de que Farah havia se sentido injustiçado na situação.

"Esta tarde, houve um incidente em um aeroporto alemão, enquanto Mo estava viajando de volta ao seu campo de treinamento na Etiópia. Mo sentiu que o incidente era motivado por motivos raciais e que ele foi tratado de maneira injusta pelo pessoal de segurança do aeroporto" disse.


foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes