Federação Internacional de Triatlo divulga sistema de qualificação para Tóquio 2020


A Federação Internacional de Triatlo (ITU) divulgou o sistema de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A competição terá um total de 110 atletas, 55 em cada gênero. Cada país poderá levar a Tóquio um máximo de 3 atletas por sexo. O Japão, como país-sede, já tem 4 vagas garantidas: 2 no masculino e 2 no feminino.

Três eventos serão realizados na capital japonesa: a competição individual masculina e feminina e o revezamrnto misto, que fará sua estreia olímpica em 2020.

No revezamento misto, a primeira forma de qualificação será o ranking olímpico de qualificação. Os 7 melhores países ranqueados no ranking de 31 de março de 2020, garantirão 2 vagas por gênero. Oa países que não conseguirem a vaga pelo ranking, ainda terão uma segunda oportunidade no evento de qualificação olímpico, que será realizado entre 1° de abril e 11 de maio, que classificará outros 3 países, também obtendo 2 vagas por gênero.

Já na competição individual, os 26 atletas mais bem classificados no ranking de qualificação olímpico de 11 de maio de 2020, ganharão uma vaga, respeitando o limite de vagas por país. Os eventos que contarão para o ranking de qualificação serão realizados entre 11 de maio de 2018 e 11 de maio de 2020. Os países que garantirem vagas atráves do ranking de qualificação para o revezamento misto e o país-sede, não serão considerados com seus dois atletas mais bem classificados para a lista individual.

Outras 5 vagas por gênero serão distribuídas para os atletas melhor ranqueados por continente que não conseguirem vaga na primeira lista. Outras 4 vagas, 2 por gênero, serão distribuídas através de convites.

Foto: Divulgação




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes