Depois de cair na estreia em Indian Wells, Maria Sharapova demite treinador


A russa Maria Sharapova anunciou nesta sexta-feira (9) que rompeu com seu treinador Sven Groeneveld, dois dias depois de perder na estreia do Premier de Indian Wells para a japonesa Naomi Osaka, sua terceira derrota consecutiva pela primeira vez desde 2003. 

Depois de perder na terceira rodada do Aberto da Austrália para a alemã Angelique Kerber, ela foi derrotada na primeira rodada do WTA de Doha para a romena Monica Niculescu, que veio do qualificatório. Sharapova disse que a decisão de encerrar sua parceria de quatro anos com o treinador foi "acordada mutuamente".

Sharapova tem lutado para recuperar a boa forma depois de voltar às quadras em abril após ter cumprido uma suspensão de 15 meses por doping.

"Depois de quatro anos de colaboração bem sucedidos e desafiadores juntos, gostaria de agradecer a Sven por sua incrível lealdade, ética de trabalho e, o mais importante, a amizade que formamos que vai além dessa parceria de trabalho", disse Sharapova em um comunicado no site dela. .

Sharapova ganhou sete títulos durante seu tempo com Groeneveld, sendo o mais importante o torneio de Roland Garros em 2014.

"Maria foi uma dos jogadoras mais trabalhadoras e profissionais com quem já trabalhei", disse Groeneveld. "Sua força e espírito de luta continuarão a ser uma força a ser reconhecida e eu tenho o mais profundo respeito por ela como jogadora e pessoa".

Foto: BNP Paribas Open



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes