Denunciante do doping russo se reúne com os EUA usando máscara

No epicentro do escândalo de doping envolvendo a Rússia, Grigory Rodchenkov, ex-diretor do laboratório antidoping do país, se reuniu com membros do governo dos Estados Unidos para debater assuntos relacionados ao tema e discutir questões políticas e esportivas. Grigory, principal denunciante da Rússia na crise, vestiu uma máscara para esconder o seu rosto. A foto foi divulgada depois da reunião. Após suas informações, os russos sofreram diversas sanções do Comitê Olímpico Internacional na Rio 2016 e também em PyeongChang 2018.

Na conversa, Grigory, que também participou do documentário Ícarus, vencedor do Oscar, falou sobre questões relacionadas a ameaça que a Rússia representa aos Estados Unidos, a corrupção em órgãos esportivos e internacionais e como os EUA podem contribuir para o esforço mundial contra a fraude no esporte.

Grigory esconde o rosto por questões óbvias. Desde que o escândalo explodiu, ele foi ameaçado de morte e fugiu de Moscou. Também fez cirurgias plásticas e até hoje corre risco de morte. Suas informações de doping sistemático na Rússia deram origem ao relatório McLaren, da Agência Mundial Antidoping.

"A história de Rodchenkov é um exemplo de como o Kremlin desconsidera questões internacionais. É deplorável ele ter que esconder o rosto até hoje para proteger sua aparência. Estou impressionado por sua bravura" disse Ben Cardin, senador dos Estados Unidos.

A reunião aconteceu na Comissão de Helsinque, que é considerada uma agência americana que promove os direitos humanos, a segurança militar e a cooperação econômica entre 57 países da Europa, Eurásia e América do Norte.


foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes