Seleções de goalball treinam no CT de São Paulo para o Mundial da modalidade

As seleções brasileiras feminina e masculina de goalball estão no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, para a primeira fase de treinamento para o Mundial de Goalball de 2018, na Suécia, que será entre 30 de maio e 9 de junho. Até a viagem para a Europa, haverá outras quatro fases de treinamento.

De acordo com o técnico da seleção masculina, Alessandro Tosin, este é o momento em que os atletas serão avaliados e colocados em condições de jogo, já que alguns deles ainda não tinham feito trabalho com bola neste ano. “A meta é, a partir das próximas fases, trabalhar sistemas táticos e construir um volume de jogo para chegar forte no Mundial”, disse.

Campeã do último Mundial, disputado em 2014, na Finlândia, a seleção masculina quer manter a posição e garantir novamente o ouro. Com rivais fortes e tradicionais, como Lituânia, Suécia e Estados Unidos, Alessandro sabe que não haverá jogos fáceis, principalmente porque as equipes estão evoluindo em termos defensivos. “Talvez estejam até nos observando, já que temos uma defesa muito forte”, completou.

Nesta temporada, a equipe brasileira conta ainda com novos integrantes, como Emerson Ernesto, 18 anos, de Campina Grande (PB). O jogador nasceu com uma doença congênita na retina e joga goalball desde os 11 anos. “Treinar com a seleção é sempre uma ótima experiência, primeiro porque aqui aprendo muito, além de ser uma oportunidade de conviver e treinar com os melhores do mundo”, disse Emerson, futuro estudante de Educação Física.

O Mundial da Suécia será a única competição da Seleção Brasileira de goalball do ano, mas representa uma das portas de entrada para os Jogos de Tóquio, em 2020, já que distribui vaga para os três mais bem colocados.

Foto: CPB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes